Pesquisar este blog

sábado, 24 de maio de 2014

"Nem do oriente, nem do ocidente e nem do deserto..." Deus é o Juiz!

O Senhor Deus Altíssimo e Todo Poderoso é o Juiz. 
Salmos 75 (Versão ACRF)

1 A TI, ó Deus, glorificamos, a ti damos louvor, pois o teu nome está perto, as tuas maravilhas o declaram.
2 Quando eu ocupar o lugar determinado, julgarei retamente.
3 A terra e todos os seus moradores estão dissolvidos, mas eu fortaleci as suas colunas. (Selá.)
4 Disse eu aos loucos: Não enlouqueçais, e aos ímpios: Não levanteis a fronte;
5 Não levanteis a vossa fronte altiva, nem faleis com cerviz dura.
6 Porque nem do oriente, nem do ocidente, nem do deserto vem a exaltação.
7 Mas Deus é o Juiz: a um abate, e a outro exalta.
8 Porque na mão do Senhor há um cálice cujo vinho é tinto; está cheio de mistura; e dá a beber dele; mas as escórias dele todos os ímpios da terra as sorverão e beberão.
9 E eu o declararei para sempre; cantarei louvores ao Deus de Jacó.
10 E quebrarei todas as forças dos ímpios, mas as forças dos justos serão exaltadas.

Salmos 75 (Sociedade Bíblica Britânica)

"Graças te rendemos, ó Deus; Graças te rendemos, pois próximo está o teu nome: Os homens anunciam as tuas maravilhas.
Quando chegar o tempo marcado, Eu julgarei com equidade.
Ainda que se estejam dissolvendo a terra e todos os seus habitantes, Sou eu quem lhe firma as colunas. (Selá)
Eu disse aos arrogantes: Não sejais arrogantes, E aos perversos: Não levanteis a vossa fronte.
Não levanteis ao alto a vossa fronte, Não faleis arrogantemente contra a Rocha.
Pois não é do oriente, nem do ocidente, Nem dos desertos das montanhas que vem auxílio.
Mas Deus é o juiz: A um abate, a outro exalta.
Porque há na mão de Jeová um copo, cujo vinho espuma; É cheio de mistura, e ele dá a beber da mesma: De certo as suas fezes, todos os perversos da terra as hão de absorver e de beber.
Mas quanto a mim, para sempre declararei, Cantarei louvores ao Deus de Jacó.
Todas as forças dos perversos, abatê-las-ei; Mas as forças do justo serão exaltadas." Salmos 75:1-10

sexta-feira, 23 de maio de 2014

SHALOM ISRAEL: CELEBRANDO E REUNIFICAÇÃO DE JERUSALÉM - A ETERNA ...

SHALOM ISRAEL: CELEBRANDO E REUNIFICAÇÃO DE JERUSALÉM - A ETERNA ...: Celebrou-se ontem a reunificação da Cidade de Jerusalém, capital do estado de Israel, reunificada e sede do governo e de todos os minist...

Isaías 66:8 - Cumpriu-se em 14 de Maio de 1948


"Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos." Isaías 66:8.

Na Bíblia é assim, está escrito e aconteceu.
Capa da Revista Veja
Dia 14 de maio de 1948.


Link:

Ouve ó Israel!

Protesto contra desocupação da
Faixa de Gaza em 2005.

Ai de Ariel! (Isaías 29)

Ariel a Cidade onde Davi acampou!
    Ariel comecem as festas!
        Ariel esta em aperto!
            Ariel pranto e tristeza!
                Ariel cercada pelas nações! Peleja! Gritos!

Ano de 2005.


Ariel, Ariel!
É melhor confiar no Senhor do que confiar no homem.
Ariel, Ariel!
É melhor confiar no Senhor do que confiar nos príncipes.



Cantai! Cantai ao Senhor! (Salmos 118)

"LOUVAI ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre.

    Diga agora Israel que a sua benignidade dura para sempre.
        Diga agora a casa de Arão que a sua benignidade dura para sempre.
           Digam agora os que temem ao Senhor que a sua benignidade dura para sempre.
                  Cantai! Cantai ao Senhor Deus de Israel!

Invoquei o Senhor na angústia;
    O Senhor me ouviu, e me tirou para um lugar largo.
         O Senhor está comigo; não temerei o que me pode fazer o homem.
            O Senhor está comigo entre aqueles que me ajudam; por isso verei cumprido o meu desejo sobre os que me odeiam.

É melhor confiar no Senhor do que confiar no homem.
É melhor confiar no Senhor do que confiar nos príncipes.

Cantai! Cantai ao Senhor Deus e Santo de Israel!
Todas as nações me cercaram, mas no nome do Senhor as despedaçarei.
    Cercaram-me, e tornaram a cercar-me; mas no nome do Senhor eu as despedaçarei.
        Cercaram-me como abelhas; porém apagaram-se como o fogo de espinhos; pois no nome do Senhor as despedaçarei.
                Com força me impeliste para me fazeres cair, porém o Senhor me ajudou.

O Senhor é a minha força e o meu cântico; e se fez a minha salvação.
      Cantai! Cantai ao Senhor!
           Cantai ao Senhor Deus Altíssimo e  Todo Poderoso!
                Cantai ao Santo de Israel!


Link: 

quinta-feira, 22 de maio de 2014

SHALOM ISRAEL: IMAGENS DAS CELEBRAÇÕES DOS 66 ANOS DA INDEPENDÊNC...

A Força e o Poder de Israel?



"Porque, se a sua rejeição é a reconciliação do mundo, qual será a sua admissão, senão a vida dentre os mortos?" Romanos 11:15.


A Traição de Dalila

Uma bela e frágil flor do deserto de Israel.
O Dinheiro provoca traições até entre os amigos mais íntimos.
Observe que durante a conversa do Juiz Sansão com Dalila, havia um espia dentro do quarto e o Juiz Sansão não o viu; E por não perceber a presença do espia, Sansão abriu o seu coração diante de seu inimigo, causando muitas mortes em Gaza.
Observe também que na terceira tentativa, o espia já desapareceu e Dalila ameaça Sanção e lhe dá uma ordem. "Até agora você zombou de mim, declara-me pois agora..."
A tranquilidade e segurança de Sansão o Juiz de Israel foi sendo minada aos poucos, todos os dias... E Ele cedeu... Ficou cego, dando momentânea alegria aos seus inimigos... pois Fiel é o que chamou.

A humilhação e restauração de Sansão

O ego e orgulho dominara até então o interior de Sansão e a fonte de seu poder estava no exterior.
Teve sua cabeça raspada ao "ponto Zero" e seu poder e força que estava no exterior foi tirado, chegando no máximo de sua humilhação. Arrancaram-lhe os olhos. Saindo da condição de obediente ovelha, trabalhou rodando um  moinho fazendo o trabalho de um animal.

E quando parecia que o Judeu Sansão estava perdendo, na sua humilhação foi o momento de sua grande vitória. Seu cabelo (fonte de seu poder e força) começou a "crescer do ponto zero", enquanto o seu interior quebrantado e contrito, se humilhava diminuindo mais e mais diante do Grande EU SOU. Uma nova cabeça estava se formando em Sansão. Agora ele não seria mais cabeça e estava submisso ao Senhor Seu Deus e Deus de Israel.
Já não andava por vista, uma vez que seus olhos foram arrancados. Agora precisava ter fé e orar ao Senhor Seu Deus e Santo, pedindo misericórdia e renovo. Aleluia!

Sansão não é de brincadeira!
"Morra EU..."
E Viva para todo sempre,  o Senhor meu Deus e Deus de Israel, que me deu a promessa e me escolheu e me deu um novo nome... Tu não te chamaras mais Sansão... mas Israel. Aleluia e glorias eternas ao Senhor.


Juízes 16 -

"E FOI Sansão a Gaza, e viu ali uma mulher prostituta, e entrou a ela. E foi dito aos gazitas: Sansão entrou aqui. Cercaram-no, e toda a noite lhe puseram espias à porta da cidade; porém toda a noite estiveram quietos, dizendo: Até à luz da manhã esperaremos; então o mataremos. Porém Sansão deitou-se até à meia noite, e à meia noite se levantou, e arrancou as portas da entrada da cidade com ambas as umbreiras, e juntamente com a tranca as tomou, pondo-as sobre os ombros; e levou-as para cima até ao cume do monte que está defronte de Hebrom.
E depois disto aconteceu que se afeiçoou a uma mulher do vale de Soreque, cujo nome era Dalila. Então os príncipes dos filisteus subiram a ela, e lhe disseram: Persuade-o, e vê em que consiste a sua grande força, e como poderíamos assenhorear-nos dele e amarrá-lo, para assim o afligirmos; e te daremos, cada um de nós, mil e cem moedas de prata.
Disse, pois, Dalila a Sansão: Declara-me, peço-te, em que consiste a tua grande força, e com que poderias ser amarrado para te poderem afligir.
Disse-lhe Sansão: Se me amarrassem com sete vergas de vimes frescos, que ainda não estivessem secos, então me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem. Então os príncipes dos filisteus lhe trouxeram sete vergas de vimes frescos, que ainda não estavam secos; e amarraram-no com elas. E o espia estava com ela na câmara interior. Então ela lhe disse: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Então quebrou as vergas de vimes, como se quebra o fio da estopa ao cheiro do fogo; assim não se soube em que consistia a sua força.
Então disse Dalila a Sansão: Eis que zombaste de mim, e me disseste mentiras; ora declara-me agora com que poderias ser amarrado. E ele disse: Se me amarrassem fortemente com cordas novas, que ainda não houvessem sido usadas, então me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem. Então Dalila tomou cordas novas, e o amarrou com elas, e disse-lhe: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! E o espia estava na recâmara interior. Então as quebrou de seus braços como a um fio.
E disse Dalila a Sansão: Até agora zombaste de mim, e me disseste mentiras; declara-me pois, agora, com que poderias ser amarrado? E ele lhe disse: Se teceres sete tranças dos cabelos da minha cabeça com os liços da teia. E ela as fixou com uma estaca, e disse-lhe: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Então ele despertou do seu sono, e arrancou a estaca das tranças tecidas, juntamente com o liço da teia.
Então ela lhe disse: Como dirás: Tenho-te amor, não estando comigo o teu coração? Já três vezes zombaste de mim, e ainda não me declaraste em que consiste a tua força. E sucedeu que, importunando-o ela todos os dias com as suas palavras, e molestando-o, a sua alma se angustiou até a morte.
E descobriu-lhe todo o seu coração, e disse-lhe: Nunca passou navalha pela minha cabeça, porque sou nazireu de Deus desde o ventre de minha mãe; se viesse a ser rapado, ir-se-ia de mim a minha força, e me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem. Vendo, pois, Dalila que já lhe descobrira todo o seu coração, mandou chamar os príncipes dos filisteus, dizendo: Subi esta vez, porque agora me descobriu ele todo o seu coração. E os príncipes dos filisteus subiram a ter com ela, trazendo com eles o dinheiro.
Então ela o fez dormir sobre os seus joelhos, e chamou a um homem, e rapou-lhe as sete tranças do cabelo de sua cabeça; e começou a afligi-lo, e retirou-se dele a sua força.
E disse ela: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão!
E despertou ele do seu sono, e disse: Sairei ainda esta vez como dantes, e me sacudirei. Porque ele não sabia que já o Senhor se tinha retirado dele.
Então os filisteus pegaram nele, e arrancaram-lhe os olhos, e fizeram-no descer a Gaza, e amarraram-no com duas cadeias de bronze, e girava ele um moinho no cárcere. E o cabelo da sua cabeça começou a crescer, como quando foi rapado.
Então os príncipes dos filisteus se ajuntaram para oferecer um grande sacrifício ao seu deus Dagom, e para se alegrarem, e diziam: Nosso deus nos entregou nas mãos a Sansão, nosso inimigo. Semelhantemente, vendo-o o povo, louvava ao seu deus; porque dizia: Nosso deus nos entregou nas mãos o nosso inimigo, e ao que destruía a nossa terra, e ao que multiplicava os nossos mortos.

E sucedeu que, alegrando-se-lhes o coração, disseram: Chamai a Sansão, para que brinque diante de nós. E chamaram a Sansão do cárcere, que brincava diante deles, e fizeram-no estar em pé entre as colunas. Então disse Sansão ao moço que o tinha pela mão: Guia-me para que apalpe as colunas em que se sustém a casa, para que me encoste a elas.
Ora estava a casa cheia de homens e mulheres; e também ali estavam todos os príncipes dos filisteus; e sobre o telhado havia uns três mil homens e mulheres, que estavam vendo Sansão brincar.
Então Sansão clamou ao Senhor, e disse: Senhor Deus, peço-te que te lembres de mim, e fortalece-me agora só esta vez, ó Deus, para que de uma vez me vingue dos filisteus, pelos meus dois olhos. Abraçou-se, pois, Sansão com as duas colunas do meio, em que se sustinha a casa, e arrimou-se sobre elas, com a sua mão direita numa, e com a sua esquerda na outra. E disse Sansão: Morra eu com os filisteus! E inclinou-se com força, e a casa caiu sobre os príncipes e sobre todo o povo que nela havia; e foram mais os mortos que matou na sua morte do que os que matara em sua vida. Então seus irmãos desceram, e toda a casa de seu pai, e tomaram-no, e subiram com ele, e sepultaram-no entre Zorá e Estaol, no sepulcro de Manoá, seu pai. Ele julgou a Israel vinte anos."

SHALOM ISRAEL: FRANCISCO I EM VISITA POLÍTICA À TERRA SANTA, IRÁ ...

SHALOM ISRAEL: FRANCISCO I EM VISITA POLÍTICA À TERRA SANTA, IRÁ ...: Mentindo com todos os dentes que tem na boca, o chefe da Igreja Católica Romana tem andado a afirmar que a sua próxima visita à Terra Sa...

terça-feira, 20 de maio de 2014

"Apascenta as minhas ovelhas." Ordem aos Pastores

"Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas." 
João 10:11.

"Apascentar" significa:

1. Levar (o gado) ao pasto e vigiá-lo;
2. Pastorear, guiar;
3. [Figurado] Doutrina; deleitar.
Primeiro a Palavra de Deus, depois
e se for o caso a nossa opinião.

"pastorear", significa:
1. Levar os gados ao campo e guardá-los enquanto pastam; apascentar; 
2. [Figurado] Guiar, dirigir, governar. 


Das definições concluímos que "apascentar" e "pastorear" está ligado ao ato de alimentar as ovelhas.
Todavia vemos que há absurdos quanto ao tipo de alimento que tem sido apresentado às ovelhas do Senhor Jesus Cristo.

A Ordem e Exemplo do Sumo Pastor:
"AOS presbíteros (pastores), que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar: Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória." 1 Pedro 5:1-4. 


"E já era a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dentre os mortos. E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros.Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas. Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas." João 21:14-17. 

"O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome." Salmos 23:1-3.

"Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas." João 10:11

Jesus Cristo, Único Mediador.

Uma mentira contada e repetida várias vezes por mais absurda que seja, ao final passa a ser contada como verdade e crida como verdade; Todavia ela nunca produzirá o mesmo efeito da verdade; Ela nunca produzirá liberdade.

Bela vista.
A Verdade é:
Somente o Senhor Deus Todo Poderoso que se fez Salvador, vindo a esse mundo em carne e em sangue na pessoa de Jesus Cristo o Cordeiro pode ouvir e atender a todos ao mesmo tempo.

A mentira é:
Crer que outros possuam tais atributos divinos.
Trata-se do maior e pior erro religioso alguém fazer petições a Maria, a Pedro, a João, ou a qualquer outra pessoa e esperar que os tais os ouçam.

Está escrito e assim é:
"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos." Atos 4:12. E também: "Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem." 1 Timóteo 2:5.

Em meu Nome diz o Senhor Jesus Cristo

"Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles." Mateus 18:19-20. 

"Porquanto, qualquer que vos der a beber um copo de água em meu nome, porque sois discípulos de Cristo, em verdade vos digo que não perderá o seu galardão." Marcos 9:41.

"E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas..." Marcos 16:17.

"E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei." João 14:13-14.

"Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda... E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra... Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que eu rogarei por vós ao Pai..." João 15:16, 23, 24, 26

"Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo..." 1 Corintios 5:4.

"E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda." Atos 3:6

"Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós." Atos 4:10

"E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. E na mesma hora saiu." Atos 16:18.

"Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo..." Efésios 5:20.

"Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu." 2 Tessalonicenses 3:6.


Do direito individual e livre arbítrio

Diante do exposto, se você quiser permanecer na mentira usando outros nomes nas suas orações a escolha é sua. Porém o resultado com certeza não será o que você espera, pois você está sendo enganado e dando lugar para que o adversário haja em sua vida.

Fico com o ensino de Davi no Salmos 16:4. "As dores se multiplicarão àqueles que fazem oferendas a outro deus; eu não oferecerei as suas libações de sangue, nem tomarei os seus nomes nos meus lábios."