Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

"Amas-me? Então segue-me". Descendo os degraus da humilhação pela Palavra.

"E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes?" João 21:15 a.

Reportando-nos aos fatos anteriores vemos em João 13:36-38, Jesus conversando com Pedro: "Senhor, para onde vais? Jesus lhe respondeu: Para onde eu vou não podes agora seguir-me, mas depois me seguirás".
Cântaro.
Pedro responde ao Senhor Jesus: "Por que não posso seguir-te agora? Por ti darei a minha vida".
Jesus responde a Pedro: "Tu darás a tua vida por mim? Na verdade, na verdade te digo que não cantará o galo enquanto não me tiveres negado três vezes".

Pedro não aceitava a ideia de seguir a Jesus, ele queria estar na frente dele e até defendê-lo se precisasse, como vemos em João 18:10-11, onde Jesus se entrega para ser preso e Pedro não concordando, passa na frente dele, arranca da espada e fere a Malco, um servo do Sumo Sacerdote.  E Jesus lhe deu uma ordem: "Pedro põe a tua espada na bainha, não beberei eu o cálice que o Pai me deu?".

Em João 18:17, Pedro nega a Jesus diante de uma empregada: "Então a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou."
Em João 18:25, Pedro nega a Jesus diante de servos e servidores: "E Simão Pedro estava ali, e aquentava-se. Disseram-lhe, pois: Não és também tu um dos seus discípulos? Ele negou, e disse: Não sou."
Em João 18:27, Pedro nega a Jesus diante de um servo do Sumo Sacerdote e parente de Malco e logo o galo cantou: "E Pedro negou outra vez, e logo o galo cantou."
 Ali, naquele momento ao ouvir o cantar do galo Pedro chorou muito.

Agora no capitulo 21 de João, com a morte e ressurreição do Senhor Jesus, Pedro precisava estar diante do Senhor e certamente imaginava em seu coração como seria esse encontro? (O que eu vou falar como Ele. Ele já sabe de tudo, indagava ele consigo mesmo).
Em João 21:15, chegara a hora do confronto, e o Senhor Jesus pergunta a Pedro: "Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes?"
Naqueles dias Pedro já estava considerando os fatos consigo mesmo (No meu grande ego Eu falei que daria a minha vida por Ele e o neguei três vezes seguidas! Ai de mim!).
Pedro agora se vê diante de sua miserável realidade, todavia aquela pergunta era fácil de responder, afinal só ele e o Senhor sabiam da realidade dos fatos e Pedro responde: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo." 
Diante da fácil e rápida resposta, O Senhor viu que Pedro só podia apascentar cordeiros e disse-lhe: "Apascenta os meus cordeiros."
Pedro ao responder a primeira pergunta e sabendo que viria mais perguntas, estava envergonhado de si mesmo e começa a descer a escada da humilhação. Desceu o primeiro degrau.
Vem a segunda pergunta da parte do Senhor: "Simão, filho de Jonas, amas-me?" E Pedro, mais envergonhado ainda e sabendo que viria mais perguntas, como que querendo fugir de diante da face do Senhor, em aperto responde em tom diferente: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo." E sabendo Pedro que viria mais perguntas ainda, ainda de pé, pronto para fugir,  desce o segundo degrau da humilhação.
Vem a terceira pergunta do Senhor: "Simão, filho de Jonas, amas-me?" Agora Pedro entende que não não estava em uma disputa, que não havia cobrança por parte do Senhor Jesus, por ter ele o negado três vezes. Agora Pedro sabia que não haveria mais perguntas, não se segura mais e desmorona aos pés do Senhor e chorando aos prantos responde: "Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo."
E agora Jesus, diante da humilhação de Pedro, volta ao seu primeiro e amoroso convite: "Pedro, Segue-me."
E Pedro levantando-se pela Palavra começou a segui-lo.
Logo depois Pedro quis saber da vida de João, e O Senhor o repreende dizendo: "Pedro vai cuidar de sua vida, deixa os outros... "Segue-me tu".


Confiança no Senhor

Extraído do Livro "Mensagens Reveladas - Assim Deus tem Falado"
Bispo Emir Castro de Macedo

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”. 1 Pedro 5:7

Para temos uma vida vitoriosa e abençoada, precisamos confiar no Senhor. Não obteremos a vitória se estivermos cheios de preocupações e ansiedades. O segredo, conforme Pedro, é lançar sobre o Senhor aquilo que nos preocupa. A Bíblia enfatiza repetidas vezes que Deus se ocupa com as coisas pequenas e grandes da nossa vida. – Isaías 49:16 - “Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim”.  - Lucas 12:6,7“Não se vendem cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de Deus. E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos”.

Notemos que Pedro usou a palavra "lançar". Devemos jogar as preocupações nos braços do Senhor com força e deixar que fiquem lá. O problema é que normalmente oramos com facilidade, entregamos nossos problemas a Ele, mas, quando acabamos de orar, retiramos tudo de novo de Suas mãos e continuamos angustiados e preocupados. A preocupação é uma porta aberta e brecha para o inimigo agir.