Pesquisar este blog

sábado, 16 de julho de 2016

Filhos ou Criaturas de Deus? Entenda a Diferença.

O necessário Novo Nascimento da Água e do Espírito. João 3.

O homem natural ...
"Seca-se a erva..."
"Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre. Porque toda a carne é como a erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor; Mas a palavra do Senhor permanece para sempre. E esta é a palavra que entre vós foi evangelizada." 1 Pedro 1:23-25.

O homem foi criado à imagem e semelhança de Deus e com toda certeza não para morrer, até que participou da mistura do bem e do mal, e deixou claro que sua tendência, mesmo conhecendo o bem, é praticar o mal. (Miserável homem que sou quem me livrará do corpo desta morte? O bem que eu quero fazer eu não faço, mas o mal que eu não quero esse eu faço!... Paulo aos Romanos). 
Para se configurar a filiação divina tem que ter o DNA do Sangue daquele que Naquele Dia fará, pelo seu poder, cessar a vida do sangue e dará a vida na plenitude do Espírito.
Assim sendo, de criatura abençoada feita pelas mãos do Senhor Deus Todo Poderoso, passou o homem a ser filho da ira, perdendo a imagem e semelhança de Deus e adquirindo a imagem e semelhança do diabo.
Somos gerados no sangue (linhagem) do Cordeiro e adotados dali para a linhagem que vai povoar o Céu. Ele comprou para Deus homens de todas as tribos, nações e línguas... "Eis que eu faço novas todas às coisas...”

Os chamados filhos de Deus na Velha Dispensação.

Todos os patriarcas e profetas e fieis da velha dispensação foram justificados pela fé naquele que viria, veio e voltará em breve.

O primeiro homem é da terra. 1 Coríntios 15. 
... e cai a sua flor...
Os chamados filhos na velha dispensação eram filhos da promessa. Olhe o exemplo no que Deus disse a Abraão sobre dois homens da ordem de Adão: "E disse a Abraão: Ponha fora esta serva e o seu filho; porque o filho desta serva não herdará com Isaque, meu filho." Gênesis 21:10. Vai brigar com Deus em razão de sua eleição? Melhor não.

Em Lucas 3:38, encontramos a citação “...e Adão (filho) de Deus.."
Na expressão de Lucas ao apresentar a genealogia do Filho Jesus o Cristo; Diferente de Mateus (Mateus 1) que começou em Abraão (o que tinha a Promessa da justiça pela fé) até chegar em Jesus o Filho; Lucas começa em Jesus o Filho Unigênito até chegar em Adão. “E o mesmo Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava) filho de José, e José de Heli,... E Cainã de Enos, e Enos de Sete, e Sete de Adão, e Adão de Deus.” Lucas 3:23-38.

Temos que considerar aqui a profundidade do sentimento e expressão de Lucas naquele momento, que não podia parar sua ideia e expressão em Adão, mas ao chegar no Fim - Princípio, teve que transpor uma barreira do natural para o Espiritual e reportar ao próprio Deus, o Eterno e o que eterniza em Jesus Cristo o Verbo Criador, que se fez carne e é o Pai da Eternidade. "E Cainã de Enos, e Enos de Sete, e Sete de Adão, e Adão...  ...de Deus." Aleluia.
Na Origem, no Princípio, no Logus, no Verbo, nEle; Adão comendo dEle da Arvore da Vida e não comendo da “mistura do bem e do mal”, podia sim, ser chamado de filho na Arvore da Vida, filho de Deus.

Na velha dispensação apenas nos casos abaixo há referência a filhos de Deus: Em Isaque e Israel, filhos de Abraão e filhos da Promessa e no Livro de Salmos sobre a própria Promessa: "Tu es meu Filho, hoje te gerei". (Carta aos Hebreus).
A Palavra de Deus permanece...
No Novo Testamento os filhos da promessa, os filhos de Israel, não O receberam: "Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” João 1:11-12.

A União na Separação, um  problema para as religiões da terra.

Vejamos as responsabilidades advindas aos filhos de Israel que pela promessa eram tidos como filhos de Deus. "FILHOS sois do Senhor vosso Deus; não vos dareis golpes, nem fareis calva entre vossos olhos por causa de algum morto. Porque és povo santo ao Senhor teu Deus; e o Senhor te escolheu, de todos os povos que há sobre a face da terra, para lhe seres o seu próprio povo." Deuteronômio 14:1-2.

"QUANDO profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti, e te der um sinal ou prodígio, e suceder o tal sinal ou prodígio, de que te houver falado, dizendo: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los;... Quando te incitar teu irmão, filho da tua mãe, ou teu filho, ou tua filha, ou a mulher do teu seio, ou teu amigo, que te é como a tua alma, dizendo-te em segredo: Vamos, e sirvamos a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais..." Deuteronômio 13.

Finalmente o homem de alma vivente e criatura natural, pela graça e por meio da fé passa à condição de filhos vivificados pelo Espirito Vivificante de Jesus o Verbo, o Amado. Efésios 1:6.
Ao tratar do assunto com o religioso Nicodemos, O Filho Amado e Bendito Jesus Cristo disse àquele: “Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?” João 3:12.



"Dizendo:Anunciarei o teu nome a meus irmãos,Cantar-te-ei louvores no meio da congregação. E outra vez: Porei nele a minha confiança. E outra vez: Eis-me aqui a mim, e aos filhos que Deus me deu.  E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo;  E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão. Porque, na verdade, ele não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão. Por isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo. Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados." Hebreus 2:12-18. Aleluia.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Terror das Nações... O Cálice do Atordoamento.

"Portanto agora ouve isto, ó aflita, e embriagada, mas não de vinho. Assim diz o teu Senhor o Senhor, e o teu Deus, que pleiteará a causa do seu povo: Eis que eu tomo da tua mão o cálice do atordoamento, os sedimentos do cálice do meu furor, nunca mais dele beberás. Porém, pô-lo-ei nas mãos dos que te entristeceram, que disseram à tua alma: Abaixa-te, e passaremos sobre ti; e tu puseste as tuas costas como chão, e como caminho, aos viandantes."

Isaías 51:1-23
"Ouvi-me, vós os que seguis a justiça, os que buscais ao SENHOR. Olhai para a rocha de onde fostes cortados, e para a caverna do poço de onde fostes cavados. Olhai para Abraão, vosso pai, e para Sara, que vos deu à luz; porque, sendo ele só, o chamei, e o abençoei e o multipliquei. Porque o Senhor consolará a Sião; consolará a todos os seus lugares assolados, e fará o seu deserto como o Éden, e a sua solidão como o jardim do Senhor; gozo e alegria se achará nela, ação de graças, e voz de melodia.
"Não temas Eu Sou O Senhor..."

Atendei-me, povo meu, e nação minha, inclinai os ouvidos para mim; porque de mim sairá a lei, e o meu juízo farei repousar para a luz dos povos. Perto está a minha justiça, vem saindo a minha salvação, e os meus braços julgarão os povos; as ilhas me aguardarão, e no meu braço esperarão.

Levantai os vossos olhos para os céus, e olhai para a terra em baixo, porque os céus desaparecerão como a fumaça, e a terra se envelhecerá como roupa, e os seus moradores morrerão semelhantemente; porém a minha salvação durará para sempre, e a minha justiça não será abolida.

Ouvi-me, vós que conheceis a justiça, povo em cujo coração está a minha lei; não temais o opróbrio dos homens, nem vos turbeis pelas suas injúrias. Porque a traça os roerá como a roupa, e o bicho os comerá como a lã; mas a minha justiça durará para sempre, e a minha salvação de geração em geração.

Desperta, desperta, veste-te de força, ó braço do Senhor; desperta como nos dias passados, como nas gerações antigas. Não és tu aquele que cortou em pedaços a Raabe, o que feriu ao chacal? Não és tu aquele que secou o mar, as águas do grande abismo? O que fez o caminho no fundo do mar, para que passassem os remidos? Assim voltarão os resgatados do Senhor, e virão a Sião com júbilo, e perpétua alegria haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, a tristeza e o gemido fugirão.

Eu, eu sou aquele que vos consola; quem, pois, és tu para que temas o homem que é mortal, ou o filho do homem, que se tornará em erva? E te esqueces do Senhor que te criou, que estendeu os céus, e fundou a terra, e temes continuamente todo o dia o furor do angustiador, quando se prepara para destruir; pois onde está o furor do que te atribulava? O exilado cativo depressa será solto, e não morrerá na caverna, e o seu pão não lhe faltará. Porque eu sou o Senhor teu Deus, que agito o mar, de modo que bramem as suas ondas. O Senhor dos Exércitos é o seu nome. E ponho as minhas palavras na tua boca, e te cubro com a sombra da minha mão; para plantar os céus, e para fundar a terra, e para dizer a Sião: Tu és o meu povo.

Desperta, desperta, levanta-te, ó Jerusalém, que bebeste da mão do Senhor o cálice do seu furor; bebeste e sorveste os sedimentos do cálice do atordoamento.
De todos os filhos que ela teve, nenhum há que a guie mansamente; e de todos os filhos que criou, nenhum há que a tome pela mão.
Estas duas coisas te aconteceram; quem terá compaixão de ti? A assolação, e o quebrantamento, e a fome, e a espada! Por quem te consolarei?
Os teus filhos já desmaiaram, jazem nas entradas de todos os caminhos, como o antílope na rede; cheios estão do furor do Senhor e da repreensão do teu Deus.

Portanto agora ouve isto, ó aflita, e embriagada, mas não de vinho. Assim diz o teu Senhor o Senhor, e o teu Deus, que pleiteará a causa do seu povo: Eis que eu tomo da tua mão o cálice do atordoamento, os sedimentos do cálice do meu furor, nunca mais dele beberás. Porém, pô-lo-ei nas mãos dos que te entristeceram, que disseram à tua alma: Abaixa-te, e passaremos sobre ti; e tu puseste as tuas costas como chão, e como caminho, aos viandantes."

segunda-feira, 11 de julho de 2016

A Hora da Tentação

"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." Apocalipse 3:10.

O grande perigo -

A preciosa profecia aqui descrita como "a hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo", está ligada diretamente a "a hora da operação do erro". (2 Tessalonicenses 2). A tentação de deixar a verdade e ser envolvido pela mentira. Deixar o Espirito santo e da Verdade e ser envolvido pelo espírito de engano, tão em evidência no tempo do fim.

"Enviou a sua palavra e os sarou e os livrou
da sua destruição." 
Salmos 17:20
Sabendo do grande perigo de ser envolvida pelo secularismo e apostasia dos últimos dias  o Senhor Jesus Cristo exorta a sua igreja que se vê aprovada por Ele porque guardou a Sua Palavra a palavra de sua paciência. "Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa."
Não fosse a longanimidade e paciência do Senhor, nesse tempo em que o cálice da abominação já esta transbordando; Ele, por certo, já teria intervido e cortado a crista dos grandes da terra e principalmente daqueles que se fizeram seus inimigos por anunciarem um outro e falso evangelho.

Para a igreja aprovada por Ele, a preciosa promessa: "também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir..."

Para a Grande Meretriz e Mercadora (Apocalipse 18), que negociou intensamente e vendeu até almas e corpos de homens e para sua filha que aprendeu de suas feitiçarias e abomináveis idolatrias e avareza; E que não tiveram amor à verdade para se salvarem, será enviado da parte do próprio Deus a Operação do Erro, para que creiam na mentira e sejam julgados.
E quando os homens envolvidos pelo espirito do erro disserem: Há paz e segurança então lhes sobrevirá repentina destruição".
Dirão também pelo mesmo espírito de erro: "Quem há com a besta? Quem pode pelejar contra ela?"

"As Verdadeiras Palavras de Deus"

Quando o Senhor mostra a João e o faz  ouvir a Voz de Grande Júbilo no Céu, face aos dois acontecimentos de Apocalipse 19 (A queda e  juízo sobre a Grande Meretriz e as Bodas do Cordeiro) o Senhor se expressa de forma clara e objetiva, definindo o que é a verdeira Palavra de Deus e o que não o é. "E disse-me: Escreve: Bem aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus." (V.9)

Se alguém hoje anuncia o falso evangelho da prosperidade, ou se anuncia um evangelho como remendo para a sociedade e comunidade e com isso se firmam como os poderosos na religião e de um evangelho cujo alvo é a terra; Com toda certeza não entenderam ou  deliberadamente não querem entenderem e aceitar "as verdeiras palavras de Deus".
São loucos e cegos que só têm visão para aquilo que é da terra; O que é para o desfrutar do momento, comprometendo terrivelmente suas almas "para vergonha e desprezo eterno para toda a eternidade".

Jesus Cristo o Filho bendito de Deus e Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo;
Veio do Céu; É do Céu e; Busca e salva para o Céu de glória eterna e indizível. (Daniel 12)

Como escapar da operação do erro e hora da tentação que há de vir?
Olhando firmemente para Jesus Cristo, o autor e consumador e da fé: e aprendendo dEle que é manso e humilde de coração, pois a sua graça nos basta e a Sua Palavra é de vitória para todo aquele que o invocar para a salvação em Espírito em Verdade.


"E, DEPOIS destas coisas ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória  e honra, e poder pertencem ao Senhor nosso Deus; Porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua prostituição, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos.

E outra vez disseram: Aleluia! E a fumaça dela sobe para todo o sempre.

E os vinte e quatro anciãos, e os quatro animais, prostraram-se e adoraram a Deus, que estava assentado no trono, dizendo: Amém. Aleluia!
E saiu uma voz do trono, que dizia: Louvai o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, assim pequenos como grandes.
E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina. Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.

E disse-me: Escreve: Bem aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus." Apocalipse 19:1-9.