Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de abril de 2015

A Verdade sobre a Pascoa das Nações

"E, vendo as multidões, teve grande compaixão delas, porque andavam cansadas e desgarradas, como ovelhas que não têm pastor." Mateus 9:36.

Hoje fiquei apavorado com o que está acontecendo no Grande Comercio Pascal. Pessoas se atropelando para comprar chocolate; Crianças mordendo a embalagem dos famigerados ovos de coelho. Uma verdadeira loucura, típica da Babel, a Grande Babilônia do fim dos tempos.

Guias cegos e multidões que não sabem o Caminho!
Olhando percebi que são vitimas de um sistema corrupto que envolve a má fé da religião e o comercio. Tudo junto e trabalhando em harmonia para o engano e a destruição das preciosas almas pelas quais Jesus Cristo o Cordeiro deu sua vida no calvário.

Com certeza, existe um responsável por toda essa mentira e miséria. Alguém que poderia, se o quisesse fazer, dada a sua alta posição na terra alertar as pessoas sobre o quanto eles se fazem abomináveis ao Céu com essa maléfica tradição.

A Pascoa é uma festa religiosa do Povo Judeu, cujo objetivo é lembrar a saída de Israel do Egito, onde o SENHOR Deus Altíssimo e Todo Poderoso, estabeleceu a diferença com o sangue de cordeiros. O sangue de cordeiros, um para cada casa, passado nos umbrais das portas garantia a vida de quem ali estava.

Todavia a Pascoa foi e já não é mais.

A historia mudou há dois mil anos quando o SENHOR Deus Altíssimo e Todo Poderoso, enviou seu Filho Unigênito, nascido de mulher, em carne e em sangue. E este Jesus se fez o Cristo e Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e pelo seu sangue (natureza humana) na sua morte garante a vida eterna a todo aquele que nele crer em Espírito e em Verdade.

A pascoa apresentada pela "má fé da religião pró-forma" e pelo comercio é uma grande mentira e pecado contra o Cordeiro Jesus Cristo o SENHOR.

Não há lugar para meio termo. Coelhos, Ovos de coelho, canjica, peixes e outras coisas relacionadas à pascoa comercial da grande Babel são abomináveis ao SENHOR.

"E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros." Efésios 4:24-25.

Observo que a mensagem "Hoje é Pascoa. Aleluia!", do link abaixo, foi escrita e postada em dezembro.

Links:http://eltimafonso.blogspot.com.br/2012/03/eis-ai-pascoa-mas-onde-esta-o-cordeiro.html; 
http://eltimafonso.blogspot.com.br/2013/12/hoje-e-pascoa-aleluia.html

SHALOM ISRAEL: "VARRER ISRAEL DO MAPA É INEGOCIÁVEL" - VOCIFERA D...

SHALOM ISRAEL: "VARRER ISRAEL DO MAPA É INEGOCIÁVEL" - VOCIFERA D...: No momento em que os EUA e outras potências mundiais se deixam cada vez mais enganar pelo "canto da sereia" iraniano, em negoc...

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Eis a Pascoa! Mas onde está o Cordeiro?

Monte do Senhor se Proverá. 

Pergunta foi feita por Isaque o filho da promessa, ao seu pai Abraão ao pé do Monte Moriá a quase quatro mil anos e que continua ecoando até hoje. Onde está o Cordeiro?
É Pascoa Israel está livre,
pois o Cordeiro morreu.
Estavam subindo o Moriá para o sacrifício na obediência á voz de Deus. Pela fé Abraão respondeu e afirmou: “Deus proverá para si o Cordeiro para o holocausto”. E o Senhor confirmou a Palavra de Abraão e lhe fez promessas no Monte do Senhor se Proverá . Gênesis 22.
Jesus o Verbo de Deus se fez carne e João o Batista, o apresentou “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo”. João 1.
Na noite em que Israel se preparava para deixar o Egito cada família da casa de Israel se protegia com o sangue do cordeiro em ambas as ombreiras e nas vergas das portas. A importância do cordeiro era de vida ou morte. O anjo da morte ia passar sobre o Egito e ferir a todos os primogênitos e a proteção pela palavra era a separação dentro de suas casas e o sangue de cordeiro sem mácula. Onde não fosse encontrado o sangue do cordeiro em ambas as ombreiras e nas vergas das portas a morte entrava. Êxodo 12.

 Mercadores e Mercenários.

Libertos do mundo?
Em razão da fusão dos mercadores com os mercenários de nossos dias, hoje vemos os ovos de coelhos, os peixes e em especial o bacalhau, vemos as mais diversas opções da culinária para o preparo dos pratos tradicionais e o leite desgraça para a canjica,... Mas Onde está o Cordeiro?
Já é noite. É hora de decisão. A morte e maldição estão rondando por todos os lados. É tempo de amor ao dinheiro e glórias efêmeras em detrimento da eternidade e comprometendo seriamente a alma. Loucos. Jesus nossa páscoa “na noite que foi traído tomou o pão e disse”...  João 13, 1 Corintios 5:7 e 11:23.
A importância da presença do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo é vital. “Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida”. João 6.
Todavia muitos vão esperar a proteção e a benção celestial participando de uma festa cuja simbologia os ovos e os peixes apontam para orgasmo de coelhos e o conseqüente sabor e cheiro do bacalhau.
E nós? 
O que fazer de Jesus chamado Cristo a nossa páscoa? Crucificá-lo e soltar Barrabás o preso muito conhecido? Mateus 27.
“Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos;
E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro.
E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.
“Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.” Apocalipse 7.