Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de março de 2015

Hino de Israel - "Hatikvah", "A Esperança", transliterado + legenda em P...

A LUA ESTÁ SE AFASTANDO DA TERRA

Corre a informação cientifica de que a Lua estaria se afastando da terra, e o Sol também estaria com seus dias contados.

Nova Terra?
Achei interessante a notícia em razão do que está escrito no Livro de Cantares, ou Cânticos de Salomão, onde a igreja e esposa do Cordeiro e
 Rei dos reis é tipificada pela "formosa lua". Certo é, pelas escrituras que a igreja do Senhor Jesus Cristo, será arrebatada muito em breve e assim os fatos científicos de hoje também podem ser tomados como figuras e avisos, para melhor entendermos os fatos espirituais e eternos.

Lembro também que recentemente os cientistas disseram ter encontrado um novo planeta que chamaram de "Nova Terra" e lembrei que as escrituras falam de Novo Céu e Nova Terra em Apocalipse 21.

A lua.
Certo é que as coisas estão acontecendo de maneira muito rápida e muitos não vão entender, vão se perder e levarão muitos à perdição pois negaram a eles a Palavra de Deus.  A Palavra do Espírito e única fonte de vida eterna.

Ontem dia 19 (quinta-feira), lendo a Bíblia deparei-me com o Salmo 72, e fiquei maravilhado com o que ali esta escrito. 
Pelo Espirito da Profecia o Rei Davi, fala sobre o Filho de Deus Jesus Cristo, seu amor pelos necessitados, pobres de espírito e aflitos e da libertação de suas almas pelo seu sangue e poder. Fala que as orações devem ser feitas em Seu Nome, e que os homens seriam abençoados nEle. Algo glorioso e maravilhoso.

O Salmo fala também sobre o reino terreno e milenar e sugere que a lua e o sol tem um tempo de duração mas chegarão ao fim.

Trata-se da última das orações de Davi.

Veja:

Salmos 72:1-20

"Ó Deus, dá ao rei os teus juízos, e a tua justiça ao filho do rei.

Ele julgará ao teu povo com justiça, e aos teus pobres com juízo.

Os montes trarão paz ao povo, e os outeiros, justiça.

Julgará os aflitos do povo, salvará os filhos do necessitado, e quebrantará o opressor.

Temer-te-ão enquanto durarem o sol e a lua, de geração em geração.

Ele descerá como chuva sobre a erva ceifada, como os chuveiros que umedecem a terra.

Nos seus dias florescerá o justo, e abundância de paz haverá enquanto durar a lua.

Dominará de mar a mar, e desde o rio até às extremidades da terra.

Aqueles que habitam no deserto se inclinarão ante ele, e os seus inimigos lamberão o pó.

Os reis de Társis e das ilhas trarão presentes; os reis de Sabá e de Seba oferecerão dons.

E todos os reis se prostrarão perante ele; todas as nações o servirão.

Porque ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude.

Compadecer-se-á do pobre e do aflito, e salvará as almas dos necessitados.

Libertará as suas almas do engano e da violência, e precioso será o seu sangue aos olhos dele.

E viverá, e se lhe dará do ouro de Sabá; e continuamente se fará por ele oração; e todos os dias o bendirão.

Haverá um punhado de trigo na terra sobre as cabeças dos montes; o seu fruto se moverá como o Líbano, e os da cidade florescerão como a erva da terra.

O seu nome permanecerá eternamente; o seu nome se irá propagando de pais a filhos enquanto o sol durar, e os homens serão abençoados nele; todas as nações lhe chamarão bem-aventurado.

Bendito seja o Senhor Deus, o Deus de Israel, que só ele faz maravilhas.

E bendito seja para sempre o seu nome glorioso; e encha-se toda a terra da sua glória. Amém e Amém.

Aqui acabam as orações de Davi, filho de Jessé."

SHALOM ISRAEL: OBAMA AMEAÇA ISRAEL COM RECONHECIMENTO DE UM "ESTA...

SHALOM ISRAEL: OBAMA AMEAÇA ISRAEL COM RECONHECIMENTO DE UM "ESTA...: Furioso e certamente frustrado com a "milagrosa" retumbante vitória de Netanyahu nas eleições israelitas, o mais anti-semita p...

terça-feira, 17 de março de 2015

A Loucura da Religião X O Amor deDeus

"Então chegaram-se a ele os seus servos, e lhe falaram, e disseram: Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado. Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado." 2 Reis 5:13-14


Cegos guinando cegos... triste fim.
Desde os dias antigos no intuito de agradar e aplacar a ira das divindades coisas terríveis se tem feito na terra. Ainda hoje em todas as ramificações religiosas inclusive a cristã, existe a prática de autoflagelação.

Ontem, pude ler e comentar sobre o encontro do Sírio General Naamã, com o Profeta Eliseu de Israel em 2 Reis 5.

Naamã era homem valoroso e mui querido para o seu país, herói de guerra, porém era leproso. Através de uma jovem escrava israelita que estava ao seu serviço, Naamã soube que havia possibilidade de cura para ele em Israel. E foi assim que Naamã depois de entrar em contato com os reis da Síria e de Israel, pensando estar ali a solução para sua lepra, pôde chegar perto da casa do Profeta Eliseu. Veja bem, ele pode chegar perto da casa do Homem de Deus. Naamã estava levando grande quantidade de bens para pagar a sua cura. Os bens não atraíram o Profeta Eliseu que permaneceu em sua tenda  conversando com o  seu Deus, o Deus de Israel.

Tudo o que Naamã imaginava a respeito da ação do homem de Deus foi reputado em nada e Eliseu apenas lhe enviou uma palavra, "mergulha sete vezes no Rio Jordão e serás curado".

Naamã ficou furioso e não fosse a intervenção sabia de seus servos teria ficado sem sua benção. Naamã pensava em fazer algo grande e difícil, para fazer jus e receber sua benção, mas para ele bastava ouvir e obedecer a palavra enviada e pelo Homem de Deus. "mergulha sete vezes no Rio Jordão e serás curado".

É muito triste!
Quantos estão se perdendo e deixando de receber bençãos verdadeiras da parte do senhor Jesus Cristo por graça e misericórdia, por imaginar que precisam fazer alguma coisa grande e difícil para o Senhor Jesus Cristo! Alguns acham que precisam pagar, fazer alguma coisa para se fazerem agradáveis a Deus. Um grande erro.
Deus não se vende e toda a sua ação beneficente para com o homem é por seu grande amor e misericórdia. O homem não precisa fazer nada alem de ouvir e obedecer a Sua Palavra, pois foi Jesus Cristo o Cordeiro que já fez tudo com sua morte vicária no calvário.
É Ele Jesus Cristo o Cordeiro e Senhor que faz nova todas as coisas. É Ele que disse em João capitulo 5, "EU SOU a Videira verdadeira ... sem mim nada podeis fazer!"

Pobres almas sob a ação direta de demônios.
Naamã tocado pelo carinho e amor de seus leais servos se dispôs a obedecer a palavra do Profeta Eliseu "mergulha sete vezes no Rio Jordão e serás curado". Desceu e desceu e no sétimo mergulho sua carne ficou nova como a carne de uma criança.

Ele pensava em fazer algo grande e difícil, mas o Senhor já havia feito tudo e mais tarde no mesmo Rio Jordão, João o Batista estaria apresentando o Cordeiro de Deus que tira ao pecado do mundo e no batismo o Cordeiro puro e santo estaria pegando a lepra de Naamã e de todos os homens fazendo-se enfermar por todos nós.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele." João 3:16-17.

Link: 

Uma História de Tramas, Mentiras e Morte pelo Poder

1 Reis 21:1-17

"E sucedeu depois destas coisas que, Nabote, o jizreelita, tinha uma vinha em Jizreel junto ao palácio de Acabe, rei de Samaria.

Então Acabe falou a Nabote, dizendo: Dá-me a tua vinha, para que me sirva de horta, pois está vizinha ao lado da minha casa; e te darei por ela outra vinha melhor: ou, se for do teu agrado, dar-te-ei o seu valor em dinheiro.

Porém Nabote disse a Acabe: Guarde-me o Senhor de que eu te dê a herança de meus pais.

Então Acabe veio desgostoso e indignado à sua casa, por causa da palavra que Nabote, o jizreelita, lhe falara, quando disse: Não te darei a herança de meus pais. E deitou-se na sua cama, e voltou o rosto, e não comeu pão.

Porém, vindo a ele Jezabel, sua mulher, lhe disse: Que há, que está tão desgostoso o teu espírito, e não comes pão?

E ele lhe disse: Porque falei a Nabote, o jizreelita, e lhe disse: Dá-me a tua vinha por dinheiro; ou, se te apraz, te darei outra vinha em seu lugar. Porém ele disse: Não te darei a minha vinha.

Então Jezabel, sua mulher lhe disse: Governas tu agora no reino de Israel? Levanta-te, come pão, e alegre-se o teu coração; eu te darei a vinha de Nabote, o jizreelita.

Então escreveu cartas em nome de Acabe, e as selou com o seu sinete; e mandou as cartas aos anciãos e aos nobres que havia na sua cidade e habitavam com Nabote.
Nada está oculto debaixo do sol.

E escreveu nas cartas, dizendo: Apregoai um jejum, e ponde Nabote diante do povo.

E ponde defronte dele dois filhos de Belial, que testemunhem contra ele, dizendo: Blasfemaste contra Deus e contra o rei; e trazei-o fora, e apedrejai-o para que morra.

E os homens da sua cidade, os anciãos e os nobres que habitavam na sua cidade, fizeram como Jezabel lhes ordenara, conforme estava escrito nas cartas que lhes mandara.

Apregoaram um jejum, e puseram a Nabote diante do povo.

Então vieram dois homens, filhos de Belial, e puseram-se defronte dele; e os homens, filhos de Belial, testemunharam contra ele, contra Nabote, perante o povo, dizendo: Nabote blasfemou contra Deus e contra o rei. E o levaram para fora da cidade, e o apedrejaram, e morreu.

Então mandaram dizer a Jezabel: Nabote foi apedrejado, e morreu.

E sucedeu que, ouvindo Jezabel que já fora apedrejado Nabote, e morrera, disse a Acabe: Levanta-te, e possui a vinha de Nabote, o jizreelita, a qual te recusou dar por dinheiro; porque Nabote não vive, mas é morto.

E sucedeu que, ouvindo Acabe, que Nabote já era morto, levantou-se para descer para a vinha de Nabote, o jizreelita, para tomar posse dela.

Então veio a palavra do Senhor a Elias, o tisbita, dizendo..."

segunda-feira, 16 de março de 2015

"Ouve ó Israel! O Caminho do SENHOR teu Deus é Perfeito!"

2 Samuel 22:1-51

"O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.
Porque quem é Deus senão o Senhor? E quem é rochedo senão o nosso Deus?" 2 Samuel 22 e Salmos 18

"E Falou Davi ao SENHOR as palavras deste cântico, no dia em que o SENHOR o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul.
Deus o SENHOR é Real e Verdadeiro. Aleluia!
Disse pois: O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador.
Deus é o meu rochedo, nele confiarei; o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. Ó meu Salvador, da violência me salvas.

O Senhor, digno de louvor, invocarei, e de meus inimigos ficarei livre,
Porque me cercaram as ondas de morte; as torrentes dos homens ímpios me assombraram.
Cordas do inferno me cingiram; encontraram-me laços de morte.

Estando em angústia, invoquei ao Senhor, e a meu Deus clamei; do seu templo ouviu ele a minha voz, e o meu clamor chegou aos seus ouvidos.
Então se abalou e tremeu a terra, os fundamentos dos céus se moveram e abalaram, porque ele se irou.
Subiu fumaça de suas narinas, e da sua boca um fogo devorador; carvões se incenderam dele.
E abaixou os céus, e desceu; e uma escuridão havia debaixo de seus pés.
E subiu sobre um querubim, e voou; e foi visto sobre as asas do vento.
E por tendas pôs as trevas ao redor de si; ajuntamento de águas, nuvens dos céus.
Pelo resplendor da sua presença brasas de fogo se acenderam.
Trovejou desde os céus o Senhor; e o Altíssimo fez soar a sua voz.
E disparou flechas, e os dissipou; raios, e os perturbou.
E apareceram as profundezas do mar, e os fundamentos do mundo se descobriram; pela repreensão do Senhor, pelo sopro do vento das suas narinas.
Desde o alto enviou, e me tomou; tirou-me das muitas águas.
Livrou-me do meu poderoso inimigo, e daqueles que me tinham ódio, porque eram mais fortes do que eu.

Encontraram-me no dia da minha calamidade; porém o Senhor se fez o meu amparo.
E tirou-me para um lugar espaçoso, e livrou-me, porque tinha prazer em mim.
Recompensou-me o Senhor conforme a minha justiça; conforme a pureza de minhas mãos me retribuiu.
Porque guardei os caminhos do Senhor; e não me apartei impiamente do meu Deus.
Porque todos os seus juízos estavam diante de mim; e de seus estatutos não me desviei.
Porém fui sincero perante ele; e guardei-me da minha iniquidade.
E me retribuiu o Senhor conforme a minha justiça, conforme a minha pureza diante dos seus olhos.

Com o benigno te mostras benigno; com o homem íntegro te mostras perfeito.
Com o puro te mostras puro; mas com o perverso te mostras rígido.
E o povo aflito livras; mas teus olhos são contra os altivos, e tu os abaterás.
Porque tu, Senhor, és a minha lâmpada; e o Senhor ilumina as minhas trevas.
Porque contigo passo pelo meio de um esquadrão; pelo meu Deus salto um muro.

O caminho de Deus é perfeito, e a palavra do Senhor refinada; e é o escudo de todos os que nele confiam.
Por que, quem é Deus, senão o Senhor? E quem é rochedo, senão o nosso Deus?

Deus é a minha fortaleza e a minha força, e ele perfeitamente desembaraça o meu caminho.
Faz ele os meus pés como os das cervas, e me põe sobre as minhas alturas.
Instrui as minhas mãos para a peleja, de maneira que um arco de cobre se quebra pelos meus braços.
Também me deste o escudo da tua salvação, e pela tua brandura me vieste a engrandecer.
Alargaste os meus passos debaixo de mim, e não vacilaram os meus artelhos.
Persegui os meus inimigos, e os derrotei, e nunca me tornei até que os consumisse.
E os consumi, e os atravessei, de modo que nunca mais se levantaram, mas caíram debaixo dos meus pés.
Porque me cingiste de força para a peleja; fizeste abater-se debaixo de mim os que se levantaram contra mim,
E deste-me o pescoço de meus inimigos, daqueles que me tinham ódio, e os destruí.
Olharam, porém não houve libertador; sim, para o Senhor, porém não lhes respondeu.
Então os moí como o pó da terra; como a lama das ruas os trilhei e dissipei.
Também me livraste das contendas do meu povo; guardaste-me para cabeça das nações; o povo que não conhecia me servirá.
Os filhos de estranhos se me sujeitaram; ouvindo a minha voz, me obedeceram.
Os filhos de estranhos desfaleceram; e, cingindo-se, saíram dos seus esconderijos.
Vive o Senhor, e bendito seja o meu rochedo; e exaltado seja Deus, a rocha da minha salvação,
O Deus que me dá inteira vingança, e sujeita os povos debaixo de mim.
E o que me tira dentre os meus inimigos; e tu me exaltas sobre os que contra mim se levantam; do homem violento me livras.
Por isso, ó Senhor, te louvarei entre os gentios, e entoarei louvores ao teu nome.
Ele é a torre das salvações do seu rei, e usa de benignidade com o seu ungido, com Davi, e com a sua descendência para sempre."

Salmos 18:1-50

"Eu te amarei, ó SENHOR, fortaleza minha.
O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus, a minha fortaleza, em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.

Invocarei o nome do Senhor, que é digno de louvor, e ficarei livre dos meus inimigos.
Tristezas de morte me cercaram, e torrentes de impiedade me assombraram.
Tristezas do inferno me cingiram, laços de morte me surpreenderam.

Na angústia invoquei ao Senhor, e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz, aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face.
Então a terra se abalou e tremeu; e os fundamentos dos montes também se moveram e se abalaram, porquanto se indignou.
Das suas narinas subiu fumaça, e da sua boca saiu fogo que consumia; carvões se acenderam dele.
Abaixou os céus, e desceu, e a escuridão estava debaixo de seus pés.
E montou num querubim, e voou; sim, voou sobre as asas do vento.
Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus.
Ao resplendor da sua presença as nuvens se espalharam, e a saraiva e as brasas de fogo.
E o Senhor trovejou nos céus, o Altíssimo levantou a sua voz; e houve saraiva e brasas de fogo.
Mandou as suas setas, e as espalhou; multiplicou raios, e os desbaratou.
Então foram vistas as profundezas das águas, e foram descobertos os fundamentos do mundo, pela tua repreensão, Senhor, ao sopro das tuas narinas.
Enviou desde o alto, e me tomou; tirou-me das muitas águas.
Livrou-me do meu inimigo forte e dos que me odiavam, pois eram mais poderosos do que eu.

Surpreenderam-me no dia da minha calamidade; mas o Senhor foi o meu amparo.
Trouxe-me para um lugar espaçoso; livrou-me, porque tinha prazer em mim.
Recompensou-me o Senhor conforme a minha justiça, retribuiu-me conforme a pureza das minhas mãos.
Porque guardei os caminhos do Senhor, e não me apartei impiamente do meu Deus.
Porque todos os seus juízos estavam diante de mim, e não rejeitei os seus estatutos.
Também fui sincero perante ele, e me guardei da minha iniquidade.
Assim que retribuiu-me o Senhor conforme a minha justiça, conforme a pureza de minhas mãos perante os seus olhos.

Com o benigno te mostrarás benigno; e com o homem sincero te mostrarás sincero;
Com o puro te mostrarás puro; e com o perverso te mostrarás indomável.
Porque tu livrarás o povo aflito, e abaterás os olhos altivos.
Porque tu acenderás a minha candeia; o Senhor meu Deus iluminará as minhas trevas.
Porque contigo entrei pelo meio duma tropa, com o meu Deus saltei uma muralha.

O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.
Porque quem é Deus senão o Senhor? E quem é rochedo senão o nosso Deus?
Deus é o que me cinge de força e aperfeiçoa o meu caminho.
Faz os meus pés como os das cervas, e põe-me nas minhas alturas.
Ensina as minhas mãos para a guerra, de sorte que os meus braços quebraram um arco de cobre.
Também me deste o escudo da tua salvação; a tua mão direita me susteve, e a tua mansidão me engrandeceu.
Alargaste os meus passos debaixo de mim, de maneira que os meus artelhos não vacilaram.
Persegui os meus inimigos, e os alcancei; não voltei senão depois de os ter consumido.
Atravessei-os de sorte que não se puderam levantar; caíram debaixo dos meus pés.
Pois me cingiste de força para a peleja; fizeste abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram.
Deste-me também o pescoço dos meus inimigos para que eu pudesse destruir os que me odeiam.
Clamaram, mas não houve quem os livrasse; até ao Senhor, mas ele não lhes respondeu.
Então os esmiucei como o pó diante do vento; deitei-os fora como a lama das ruas.
Livraste-me das contendas do povo, e me fizeste cabeça dos gentios; um povo que não conheci me servirá.
Em ouvindo a minha voz, me obedecerão; os estranhos se submeterão a mim.
Os estranhos descairão, e terão medo nos seus esconderijos.

O Senhor vive; e bendito seja o meu rochedo, e exaltado seja o Deus da minha salvação.
É Deus que me vinga inteiramente, e sujeita os povos debaixo de mim;
O que me livra de meus inimigos; sim, tu me exaltas sobre os que se levantam contra mim, tu me livras do homem violento.
Assim que, ó Senhor, te louvarei entre os gentios, e cantarei louvores ao teu nome,
Pois engrandece a salvação do seu rei, e usa de benignidade com o seu ungido, com Davi, e com a sua semente para sempre."

domingo, 15 de março de 2015

Pedras Transformadas em Pães

Favo de mel.
“Disse pois: O Senhor é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador. Deus é o meu rochedo, nele confiarei; o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. Ó meu Salvador, da violência me salvas.” 2 Samuel 22. Salmos 18.

As escrituras trazem as expressões o rochedo, a rocha, a pedra, as pedras e pedras vivas. É necessário ter o entendimento correto sobre o significado e o emprego de cada uma destas expressões para não correr o risco de mudar todo o sentido das escrituras.

O Rochedo e a Rocha

“OUVE, ó Deus, o meu clamor; atende à minha oração. Desde o fim da terra clamarei a ti, quando o meu coração estiver desmaiado; leva-me para a rocha que é mais alta do que eu.” Salmos 61.

O rochedo é alto e escarpado. Quando o Senhor é apresentado em cânticos nas escrituras como Rochedo a figura ali é a da real proteção para quem está nEle. Ele se apresenta como o abrigo seguro, o esconderijo a fortaleza e o lugar forte. Aleluia.
 A rocha é uma grande massa de pedra de mesma estrutura molecular e é inabalável. A rocha produz a melhor sombra, dela sai a melhor e mais pura água, dela sai o mais puro mel. “E será aquele homem como um esconderijo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra de uma grande rocha em terra sedenta.” Isaías 32:2.

O rochedo e a rocha não podem ser contaminados com o que está no exterior por isso a água que sai dali é a mais cristalina e pura.
 O Senhor o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó o Deus de Israel é a Rocha inabalável. Ele é Deus, o Deus Todo Poderoso que no Verbo se fez carne e é a água e o pão da vida. Os céus e a terra passarão, mas a Rocha inabalável e de mesma estrutura molecular não passará.“E o sustentaria com o trigo mais fino, e o fartaria com o mel saído da rocha.” Salmos 81:16.

“E não tinham sede, quando os levava pelos desertos; fez-lhes correr água da rocha; fendeu a rocha, e as águas correram.” Isaías 48:21.
A edificação que tem o seu fundamento sobre a rocha é inabalável e por demais segura. Mateus 7:24-27.

A Pedra

Está é derivada da rocha e possui a mesma estrutura daquela.
“E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.” 2 Corintios 5:18-19.

Jesus Cristo é a Pedra Angular da Igreja e único fundamento dos seus apóstolos. É o que disse de si mesmo EU SOU e Eu e o Pai que é Espírito e Santo, SOMOS UM. “Ainda não lestes esta Escritura: A pedra, que os edificadores rejeitaram, Esta foi posta por cabeça de esquina;” Marcos 10:12,  Zacarias 4:7 e 10:4.
DEle o Céu testificou: “Este é o meu Filho amado em quem me comprazo. A Ele ouvi.” Mateus 3:17 e 17:5.
Dele, por Ele e para Ele, somos feitos pedras vivas, mas não nos esqueçamos que a vida está nEle e não são os galhos que sustentam o tronco mas o tronco que sustenta os galhos. A Ele, Singular, toda glória e toda a honra para sempre. Amém e aleluia. Romanos 11.

Ele é a Pedra que foi cortada sem o auxilio de mãos e que feriu a grande estatua dos impérios terrenos nos pés na estrutura de ferro e barro destruindo-a totalmente e se fez um grande monte que encheu toda a terra. Aleluia. Daniel 2.

Pedras transformadas em filhos de Abraão

João o Batista, a voz do que clama no deserto disse aos FarisEUs e SaducEUs que vinham ao seu batismo que Deus podia daquelas pedras que estavam ali suscitar filhos a Abraão. De quais pedras ele falava?
Os Fariseus e Saduceus ali presentes se julgavam na presunção os legítimos filhos de Abraão e presunçosos e arrogantes exerciam juízo sobre os publicanos e pecadores que eram batizados por João. E eram exatamente aqueles publicanos e pecadores, as pedras rejeitadas pela religião que estavam sendo pela Palavra viva e eficaz transformados em filhos de Abraão. Aleluia. Mateus 3.

Pedras transformadas em pães?

Diante da expressão de João o Batista de que Deus podia daquelas pedras suscitar filhos a Abraão e diante da declaração do Pai Celestial a respeito do Cordeiro Jesus o seu Cristo apresentando-o como seu Filho  único e amado; o diabo trabalhou rápido para mudar o sentido das coisas introduzindo a sua ardilosa e fermentada palavra tentando ao Senhor.
 Na tentação no deserto o diabo se volta para o Cordeiro Jesus que sentia fome, questiona a maravilhosa declaração do Pai Celestial e sugere  a Jesus que ele não precisava passar por aquilo e que podia determinar que as pedras filhos de Abraão se transformassem em pães; ao que o Senhor respondeu que não viveria o homem só de pão, mas de toda a Palavra que sai da boca de Deus. “Quem de mim se alimenta também viverá por mim...” Mateus 4 e João 6.

Conclusão

O diabo sugeriu que os discípulos filhos de Abraão pela fé, fossem transformados em pães e foi repreendido pelo Senhor. Quem sabe João, Tiago, Pedro e muitos outros discípulos estivessem naquele batismo junto ao Rio Jordão? Eles, pela palavra foram transformados em filhos de Abraão e não em pães. Jesus é o único e singular pão vivo que desceu do céu e é insubstituível.  Ele disse de  si mesmo "EU SOU o pão da vida...o pão vivo que desceu do céu." João 6.
Lamentavelmente o que foi refutado pelo Senhor Jesus Cristo foi absolvido pela religião que insiste em colocar Pedro como pedra e fundamento em razão de interesses da terra, e também colocar Maria e outros discípulos como mediadora e mediadores em aberta afronta ao Céu, formando assim os seus grandes opulentos e fermentados impérios religiosos, mas a Pedra cortada sem auxilio de mãos já está chegando. Daniel 2.
 Nas bodas de Caná da Galileia, acabado o vinho os servos foram a Maria como mediadora e ela foi a Jesus e Ele deixou claro que era para ela ficar na sua posição. Ela entendeu bem, retornou aos servos e disse para eles “pelo amor de Deus, eu levei uma bronca por causa de vocês, vão direto a Ele e façam tudo que Ele vos disser”. João 2.
Cuidado para não deixar de se alimentar do Pão da Vida e passar a comer o pão que o diabo amassou.

“Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais? Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e conforme o que o Senhor deu a cada um? Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento. Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho. Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus. Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.” 1ª Corintios 3:4-11.