Pesquisar este blog

sábado, 12 de abril de 2014

"A Objetividade da Bíblia" x "A Subjetividade do Clero"

Alguém chamado Edvaldo fez a seguinte pergunta em um site de respostas católicas. E obteve a resposta que veio a seguir. Pela resposta observei que é impressionante que para uma pergunta tão objetiva  alguém apresente um resposta com tanta subjetividade. Observo que não existe nenhuma base bíblica, por menor que seja, que sirva para apoiar o ensino do clero Romano sobre Maria e muito menos no que diz respeito às tantas e tantas senhoras da idolatria mundial. Trata-se de verdadeira miséria e pecado contra o Céu e contra Deus e até contra Maria mãe de Jesus de Nazaré / Israel.
Colocamos a pergunta objetiva de Edvaldo; Em seguida a Resposta Objetiva das Escrituras Sagradas e por último a Resposta Subjetiva e Mirabolante do clero.
Considere, pois isto pode salvar sua alma. "Quem tem ouvidos ouça"

A Pergunta Objetiva de Edvaldo

"Gostaria que você me explicasse onde na bíblia diz que Maria permaneceu virgem ate sua morte.
No livro de Mateus,capitulo 1, versículo 25, diz que Jose não a conheceu "ate" que deu a luz a seu filho, não diz que Jose não a conheceu nunca,e você que estuda a Bíblia sabe que a palavra "conhecer" neste capitulo como as filhas de ló que não "conheciam" varão,esse conhecer significa ter tido relação sexual,e no livro de joão,capitulo 7, versículo 3-5: Disseram-lhe pois, "seus irmãos": sai daqui,e vai para judeia,para que também os teus "discípulos" vejam as obras que fazes. Vocês ensinam que quando a bíblia fala nos irmãos de jesus esta falando dos discípulos ou apóstolos,mas em varias passagens mostra claramente se tratar de irmãos de sangue me explique isso,me diga em que livro,capitulo,e versículo na Bíblia deixa claro que Maria permaneceu "virgem"."


A Resposta Objetiva da Bíblia 


Maria Agraciada e Bendita Mãe de Jesus.

O Martelo tipo da Palavra de Deus.
        Com uma citação farta das escrituras procuramos apresentar a verdade sobre a Bem-Aventurada e Agraciada Maria mãe de Jesus Nosso Salvador e único Senhor. Deixo claro que o estudo não se trata de nenhuma das muitas senhoras levantadas em toda a terra, mas sim de Maria Israelita, casada com José da tribo de Judá, moradora de Nazaré.  
        Destaquei algumas palavras para um melhor entendimento do texto.

1- A Virgem Maria, José e Belém.

A Linda História bíblica.
“Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.” Isaías 7:14.

“Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.
Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente. E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz; Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de Emanuel, Que traduzido é: Deus conosco.
José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.” Mateus 1:19-25.

Por amor e misericórdia com Abraão e com a casa de Davi.
Destacamos aqui que o cântico de Maria é direcionado ao Deus de Israel e sua resposta misericordiosa ao patriarca Abraão e sua posteridade, e sua fidelidade com a casa de Davi.
E isso não mudou. Ninguém substituiu Jerusalém e muito menos o Deus de Israel que se fez carne, Deus Conosco, Emanuel.
Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.” Lucas 1:38.

“Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador; Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada, Porque me fez grandes coisas o Poderoso; E santo é seu nome. E a sua misericórdia é de geração em geração Sobre os que o temem. Com o seu braço agiu valorosamente; Dissipou os soberbos no pensamento de seus corações. Depôs dos tronos os poderosos, E elevou os humildes. Encheu de bens os famintos, E despediu vazios os ricos. Auxiliou a Israel seu servo, Recordando-se da sua misericórdia; Como falou a nossos pais, Para com Abraão e a sua posteridade, para sempre.” Lucas 1:46-55.

 “E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi), A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.” Lucas 2:4-7.

“E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.” Miquéias 5:2.

“E tu, Belém, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as capitais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar o meu povo de Israel.” Mateus 2:6.

2- A Maria Agraciada e Bendita entre as mulheres.

“E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.
E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.
E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.” Lucas 1:26-35.

“E, naqueles dias, levantando-se Maria, foi apressada às montanhas, a uma cidade de Judá, E entrou em casa de Zacarias, e saudou a Isabel.
E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo. E exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre.
E de onde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor? Pois eis que, ao chegar aos meus ouvidos a voz da tua saudação, a criancinha saltou de alegria no meu ventre. Bem-aventurada a que creu, pois hão de cumprir-se as coisas que da parte do Senhor lhe foram ditas.” Lucas 2:39-45.

3- O Aviso de Simeão a Maria no Templo em Jerusalém.

Vejo que Simeão anteviu o cumprimento do que foi alertado pelo Apostolo João, sobre o perigo das outras doutrinas e dogmas que viriam, levando alguém com sinceridade de coração, mas sem a Luz das Escrituras, a honrar aos demônios enganadores pensando estar honrando Maria. Assim ao invés de ser honrada Maria que é uma só e está no Paraíso com o Senhor, está sendo  ferida e vituperada com diversos falsos nomes e matizes apresentados na terra. E isso certamente é uma espada ferindo a própria alma de Maria.
“E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado (E uma espada traspassará também a tua própria alma); para que se manifestem os pensamentos de muitos corações.” Lucas 2:34-35.

4- Falhas de Maria como pessoa humana.

Deixo claro que tais falhas próprias do ser humano não mudam o real valor e honra de Maria de Nazaré, segundo as escrituras.
No texto de Marcos a seguir Maria e seus outros filhos chegaram a julgar que Jesus estava fora de si, doente da cabeça e como pessoas corretas e responsáveis que eram saíram para prendê-lo e interná-lo para tratamento.
“E foram para uma casa. E afluiu outra vez a multidão, de tal maneira que nem sequer podiam comer pão. E, quando os seus ouviram isto, saíram para o prender; porque diziam: Está fora de si. ... Chegaram, então, seus irmãos e sua mãe; e, estando fora, mandaram-no chamar.” Marcos 3:20,21 e 31.
“E quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos. E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?” Lucas 2:48-49.

 “E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser.” João 2:3-5.

5- A Maria mulher de José da Casa de Davi.

Pode parecer muito forte a expressão, mas é a bíblia que afirma e ensina.
“E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.” Mateus 1:24-25. 

“E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi), A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.” Lucas 2:4-7.

6- A primeira investida do maligno para mudar a posição dada por Deus a Maria.
Observe a diferença entre a mensagem que veio do Céu pelo Espírito Santo a Isabel que exclamou com grande voz e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre em Lucas 2, e a mensagem da mente humana na investida do diabo para descaracterizar e tirar a Maria de sua real posição.
“E aconteceu que, dizendo ele estas coisas, uma mulher dentre a multidão, levantando a voz, lhe disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste. Mas ele disse: Antes bemaventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam.” Lucas 11:27-28

7- As Mentiras forjadas e infundadas sobre Maria a Mãe de Jesus.

Aqui procuramos com seriedade e sinceridade apresentar que a bíblia diz e ensina com fartura de detalhes que Maria, após o nascimento de Jesus o seu primogênito uniu-se a José e lhe deu filhos e filhas.
“E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.” Mateus 1:25
“E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.” Lucas 2:7
“E, falando ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe. E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te. Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos? E, estendendo a sua mão para os seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos; Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe.” Mateus 12:46-50
“E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que se maravilhavam, e diziam: De onde veio a este a sabedoria, e estas maravilhas? Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e JudasE não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?” Mateus 13:54-56
“E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir; Entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” Mateus 27:55-56
“Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? e não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.” Marcos 6:3
“E também ali estavam algumas mulheres, olhando de longe, entre as quais também Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, o menor, e de José, e Salomé; As quais também o seguiam, e o serviam, quando estava na Galiléia; e muitas outras, que tinham subido com ele a Jerusalém... E Maria Madalena e Maria, mãe de José, observavam onde o punham.” Marcos 15:40-41 e 47
“E, PASSADO o sábado, Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, e Salomé, compraram aromas para irem ungi-lo. Marcos 16:1
“E foram ter com ele sua mãe e seus irmãos, e não podiam aproximar-se dele, por causa da multidão. E foi-lhe dito: Estão lá fora tua mãe e teus irmãos, que querem ver-te. Mas, respondendo ele, disse-lhes: Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a executam.” Lucas 8:19-21
“Disseram-lhe, pois, seus irmãos: Sai daqui, e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes. Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo. Porque nem mesmo seus irmãos criam nele. ... Mas, quando seus irmãos já tinham subido à festa, então subiu ele também, não manifestamente, mas como em oculto.” João 7:3-5 e 10.
“Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria mãe de Jesus, e com seus irmãos.” Atos 1:14.

O Apostolo João recebe Maria em sua casa por ordem do Senhor para cuidar dela.
“E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Cleopas, e Maria Madalena. Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.” João 19:25-27

O Apóstolo João escreve para Maria a Mãe de Jesus.
Discordando de todos os teólogos eruditos, vejo aqui que o Apóstolo João escreveu para Maria a Mãe de Jesus e até fala de seus outros filhos e que não são todos eles que estariam na Verdade. Fala a ela sobre o amor fraternal e a avisa sobre o não receber alguém que viesse trazendo outras doutrinas ou outro evangelho adverso da salvação pela graça na redenção no sangue do Cordeiro.
“O ANCIÃO à senhora eleita, e a seus filhos, aos quais amo na verdade, e não somente eu, mas também todos os que têm conhecido a verdade, Muito me alegro por achar que alguns de teus filhos andam na verdade, assim como temos recebido o mandamento do Pai.” 2ª João versos 1 e 4
..................................................................................

A Resposta Subjetiva do Clero

"Prezado Edvaldo, salve Maria, "Mãe do meu Senhor" (S. Lucas, I, 43)
Desculpe a longa demora para respondê-lo. Nestes tempos internéticos qualquer coisa acima de segundos parece uma eternidade.
Maria não apenas foi virgem até o nascimento de Cristo, mas permaneceu virgem ATÉ QUE subiu aos céus. Por isso não basta dizer "virgem Maria", mas "SEMPRE virgem Maria".
Note que eu usei o termo "até que", mesmo sendo humanamente impossível afirmar que Maria, depois da Assunção, tenha deixado de ser virgem. O termo "até que" pode ser usado para significar NUNCA, como neste caso até você é obrigado a concordar.
Assim também, vemos em Deuteronômio (VII, 24), a seguinte frase: "
(...) ninguém te poderá resistir, ATÉ QUE os tenha feito em pó." Veja, Edvaldo, novamente o uso do "até que"
Pavor na hora da morte.
com um sentido de NUNCA, pois se os inimigos não podiam resistir antes, o que dirá quando estiverem reduzidos a pó!!!!
Outro exemplo está em Reis, onde lê-se: " Micol, filha de Saul, não teve filhos até o dia de sua morte." (II Reis, VI, 23). Não é possível supor aqui novamente, que Micol tenha tido filhos depois da morte, mesmo que a expressão semelhante à utilizada sobre Nossa Senhora tenha sido empregada!! Micol não teve filhos até a morte, E EVIDENTEMENTE NEM DEPOIS DA MORTE!!!
Portanto, meu caro Edvaldo, para ler a Bíblia é preciso alguém que nos explique, para evitar estas confusões gramaticais que levam a erros doutrinários profundos. E esses erros ofendem a Deus e à Mãe de Deus, Maria Santíssima. Para ler a Bíblia, é preciso aceitar humilde e docemente a autoridade suprema de Pedro, que é por sucessão ininterrupta o Papa de toda a cristandade.
Quanto aos irmãos, já é bem conhecido que em hebraico a palavra irmão significa parente próximo (primo, por exemplo, que era o caso dos "irmãos de Jesus" retratados em S. João). Pois se diz que Abraão era irmão de Lot (Gênesis, XIII, 8) , quando na verdade era seu tio (Gênesis, XII, 4-5)
Note também, Edvaldo, que Cristo tinha já 12 anos quando se perdeu dos pais no templo, tendo então discutido com os doutores, e não se fala de nenhum irmão de Cristo até então (São Lucas, II, 42).
São 12 anos, meu caro, é bastante tempo. Os protestantes, que distorceram a expressão "até que", como vimos acima, insinuam com essa frase que logo depois do nascimento de Nosso Senhor, São José teria tido contato conjugal com Nossa Senhora. Porém, vemos por esta outra passagem que pelo menos durante 12 anos Maria não teve nenhum outro filho, O QUE SERIA ESTRANHÍSSIMO PARA UM CASAL NORMAL. A única explicação razoável é que não houve contato entre a Santíssima Virgem e São José, o que confirma a doutrina católica e o bom senso.
Se os "irmãos" não são citados durante os trinta primeiros anos da vida de Cristo, sua suposta citação nos Evangelhos também seria estranha, sendo Cristo já adulto. E se esses "irmãos" misteriosos não aparecerem na infância de Cristo, muito menos irão aparecer após sua morte, pois Cristo confia Maria Santíssima ao apóstolo amado, S. João. Onde estariam estes "irmãos", que abandonam a mãe viúva em sua velhice?
A questão toda é explicada por uma confusão feita pelos protestantes em torno de Maria Cleofas, irmã de Nossa Senhora, que seria então a mãe desses "irmãos" - primos de Nosso Senhor. Maria Cleofas é a mãe destes "irmãos" de Cristo, que são então de fato PRIMOS de Nosso Senhor. Leia a resposta detalhada a outro leitor, mostrando a origem de toda confusão protestante...
Por fim, para ficar mais claro que Maria permaneceu Virgem após o nascimento de Cristo, acompanhe também este raciocínio: Maria permaneceu virgem antes e durante o nascimento de Cristo, como concordam os protestantes. Ora, se Cristo teve a delicadeza de preservar a virgindade de sua Mãe em seu nascimento, pois esta virtude era tão cara a Nossa Senhora, faria algum sentido que depois do nascimento Maria tivesse outros filhos? E não apenas um ou outro, mas vários, como se deduz pelas passagens de S. Mateus e S. João mal-interpretadas (S. Mateus, XIII, 55-56; S. João, VII, 3-5).
Convinha a Maria as maiores virtudes que a mulher pode ter a honra de portar, a virgindade e a maternidade. São estes dois troféus que Nossa Senhora recebeu, por sua fidelidade e humildade, fazendo-se escrava, embora fosse rainha do céu e da terra."
In corde Iesu et Mariae
xxxxxxxxxx

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Tal qual foi a Figura, assim é o Verdadeiro! - Parte 1

A Bíblia maravilhosa.
De modo subjetivo alguém me falou e afirmou que Maria a mãe de Jesus o Carpinteiro de Nazaré, não teve outros filhos com José seu esposo. A alegação feita é que Jesus ao completar doze anos vai a Jerusalém com seus pais e a bíblia não faz menção de nenhum irmão dele.
Em oração entendi que em todas as ocasiões que de modo objetivo se faz menção na bíblia dos irmãos de Jesus, entendemos que eles não tinham comunhão com ele. João se expressa a respeito em João 7:1-10 (v.5 "Porque nem mesmo seus irmãos criam nele." 
Diante disto e considerando a ligação profética entre Jesus o Messias e Davi, passamos a escrever. A semelhança entre Davi (a figura) e o Filho de Deus Jesus Cristo (a verdadeiro) é impressionante.
Veja:

O Chamado e Unção de Davi 

Notem que Davi estava no campo com as ovelhas de seu pai. Seus irmãos estavam em casa, talvez por não compreenderem os negócios do pai de Davi. Veja:

1 Samuel 16
4 Fez, pois, Samuel o que dissera o Senhor, e veio a Belém; então os anciãos da cidade saíram ao encontro, tremendo, e disseram: De paz é a tua vinda?
5 E disse ele: É de paz, vim sacrificar ao Senhor; santificai-vos, e vinde comigo ao sacrifício. E santificou ele a Jessé e a seus filhos, e os convidou ao sacrifício.
6 E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe, e disse: Certamente está perante o Senhor o seu ungido.
7 Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.
8 Então chamou Jessé a Abinadabe, e o fez passar diante de Samuel, o qual disse: Nem a este tem escolhido o Senhor.
9 Então Jessé fez passar a Sama; porém disse: Tampouco a este tem escolhido o Senhor.
10 Assim fez passar Jessé a seus sete filhos diante de Samuel; porém Samuel disse a Jessé: O Senhor não tem escolhido a estes.
11 Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os moços? E disse: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos até que ele venha aqui.
12 Então mandou chamá-lo e fê-lo entrar (e era ruivo e formoso de semblante e de boa presença); e disse o Senhor: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo.
13 Então Samuel tomou o chifre do azeite, e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi; então Samuel se levantou, e voltou a Ramá.

Davi incompreendido por seus irmãos

Davi por ordem de seu pai que era "Ancião de dias" (v.12  deixa as ovelhas no aprisco e "desce a levar pão para seus irmãos na frente de batalha e lá enfrenta e derrota Golias o gigante filisteu" (v.28). Os irmão de Davi não o compreenderam; E Davi foi desprezado por eles conforme as palavras de Eliabe o mais velho.
Veja:

1 Samuel 17
12 E Davi era filho de um homem efrateu, de Belém de Judá, cujo nome era Jessé, que tinha oito filhos; e nos dias de Saul era este homem já velho e adiantado em idade entre os homens.
13 Foram-se os três filhos mais velhos de Jessé, e seguiram a Saul à guerra; e eram os nomes de seus três filhos, que se foram à guerra, Eliabe, o primogênito, e o segundo Abinadabe, e o terceiro Sama.
14 E Davi era o menor; e os três maiores seguiram a Saul.
15 Davi, porém, ia e voltava de Saul, para apascentar as ovelhas de seu pai em Belém.
16 Chegava-se, pois, o filisteu pela manhã e à tarde; e apresentou-se por quarenta dias.
17 E disse Jessé a Davi, seu filho: Toma, peço-te, para teus irmãos um efa deste grão tostado e estes dez pães, e corre a levá-los ao arraial, a teus irmãos...
25 E diziam os homens de Israel: Vistes aquele homem que subiu? Pois subiu para afrontar a Israel; há de ser, pois, que, o homem que o ferir, o rei o enriquecerá de grandes riquezas, e lhe dará a sua filha, e fará livre a casa de seu pai em Israel.
26 Então falou Davi aos homens que estavam com ele, dizendo: Que farão àquele homem, que ferir a este filisteu, e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?
27 E o povo lhe tornou a falar conforme àquela palavra dizendo: Assim farão ao homem que o ferir.
28 E, ouvindo Eliabe, seu irmão mais velho, falar àqueles homens, acendeu-se a ira de Eliabe contra Davi, e disse: Por que desceste aqui? Com quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção, e a maldade do teu coração, que desceste para ver a peleja.
29 Então disse Davi: Que fiz eu agora? Porventura não há razão para isso? 

O seguidores de Davi. (cansados e oprimidos e Davi se fez capitão deles). Aleluia!

Veja:
1 Samuel 22
1 ENTÃO Davi se retirou dali, e escapou para a caverna de Adulão; e ouviram-no seus irmãos e toda a casa de seu pai, e desceram ali para ter com ele.
2 E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens.
3 E foi Davi dali a Mizpá dos moabitas, e disse ao rei dos moabitas: Deixa estar meu pai e minha mãe convosco, até que saiba o que Deus há de fazer de mim.
4 E trouxe-os perante o rei dos moabitas, e ficaram com ele todos os dias que Davi esteve no lugar forte.

Davi antevê pelo Espirito do Senhor os acontecimentos do Getsêmani e calvário. Bendito é o Nome do Senhor!

Como Davi mesmo afirmou em 2 Samuel 23:2 "O Espírito do Senhor falou por mim, e a sua palavra está na minha boca." Ele fala de coisas maravilhossimas e passa e descreve literalmente os acontecimentos pelos quais O Filho de Deus passaria mais tarde. Algo muito maravilhoso e glorioso das Escrituras Sagradas. Davi fala dos fortes touros de Basã. Segundo a Wikipedia Basã  (em hebraico הבשן ha-Bashan, que significa "a luz da terra").
Veja:

Salmos 22 (na versão católica é o Salmos 21. Porque?)
1 DEUS meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido?...
7 Todos os que me vêem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:
8 Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.
9 Mas tu és o que me tiraste do ventre; fizeste-me confiar, estando aos seios
de minha mãe.
10 Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.
11 Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.
12 Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.
13 Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.
14 Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas.
15 A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.
16 Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés.
17 Poderia contar todos os meus ossos; eles vêem e me contemplam.
18 Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa.
19 Mas tu, Senhor, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me...

Davi fala da Glória do Reino de Deus e do Arrebamento da Igreja do Senhor. Lindo e glorioso!

Sabemos pelas palavras do próprio Senhor Jesus Cristo o Cordeiro que o Seu Reino não é desse mundo e que não é de visível aparência. Davi fala da noiva que deixa seu povo e a sua casa para adorar o Seu Senhor. Fala da igreja como rainha à sua direita. Muito glorioso e profundas as palavras de Davi. Aleluia!
Veja:

Salmos 45 (na versão católica é o Salmos 44. Porque?)
1 O MEU coração ferve com palavras boas, falo do que tenho feito no tocante ao Rei. A minha língua é a pena de um destro escritor.
2 Tu és mais formoso do que os filhos dos homens; a graça se derramou em teus lábios; por isso Deus te abençoou para sempre.
3 Cinge a tua espada à coxa, ó valente, com a tua glória e a tua majestade.
4 E neste teu esplendor cavalga prosperamente, por causa da verdade, da mansidão e da justiça; e a tua destra te ensinará coisas terríveis.
5 As tuas flechas são agudas no coração dos inimigos do rei, e por elas os povos caíram debaixo de ti.
6 O teu trono, ó Deus, é eterno e perpétuo; o cetro do teu reino é um cetro de equidade.
7 Tu amas a justiça e odeias a impiedade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.
8 Todas as tuas vestes cheiram a mirra e aloés e cássia, desde os palácios de marfim de onde te alegram.
9 As filhas dos reis estavam entre as tuas ilustres mulheres; à tua direita estava a rainha ornada de finíssimo ouro de Ofir.
10 Ouve, filha, e olha, e inclina os teus ouvidos; esquece-te do teu povo e da casa do teu pai.
11 Então o rei se afeiçoará da tua formosura, pois ele é teu Senhor; adora-o.
12 E a filha de Tiro estará ali com presentes; os ricos do povo suplicarão o teu favor.
13 A filha do rei é toda ilustre lá dentro; o seu vestido é entretecido de ouro.
14 Levá-la-ão ao rei com vestidos bordados; as virgens que a acompanham a trarão a ti.
15 Com alegria e regozijo as trarão; elas entrarão no palácio do rei.
16 Em lugar de teus pais estarão teus filhos; deles farás príncipes sobre toda a terra.
17 Farei lembrado o teu nome de geração em geração; por isso os povos te louvarão eternamente.

ÊXODO Comprovado pela Ciência reformulado Full Hd

quinta-feira, 10 de abril de 2014

A Derrota do Dragão.

"NAQUELE dia o Senhor castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, serpente veloz, e o leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão, que está no mar." Isaías 27:1.

Gloriosa é a vitória do Cordeiro Jesus Cristo o Senhor.
Os acontecimentos abaixo narrados são apenas detalhes e coisas maravilhosas das Escrituras Sagradas, pois o Cordeiro Jesus Cristo é o Vencedor; E vencerão os que estiverem com Ele, para sempre.
A Terra.
A obra de Deus já foi consumada no calvário e a vitória é para aqueles que pela fé negarem a si mesmos e seguirem ao Cordeiro Vencedor Jesus Cristo o Filho Amado de Deus e Nosso Salvador.
Precisamos entender que o Senhor Deus Todo Poderoso e Santo de Israel quer salvar o homem pecador e livrando-o da ira futura.
Vemos hoje com alegria que a ciência séria, sem partidarismo comprova a veracidade da Bíblia, como podemos ver sobre os achados sobre o Dilúvio, a farta documentação em objetos e escritos sobre o Êxodo de Israel do Egito. (History Channel - Documentário).
O Senhor Deus Altíssimo falou para Abraão que sua descendência da parte de Isaque seria peregrina em terra alheia e isso aconteceu literalmente. 
Link para YouTube: http://youtu.be/kCnosznuaig

Vivemos uma época na qual multidões se voltam para a satanismo e estão a adorar o diabo, a antiga serpente que estava no Paraíso do Éden que engordou com as mentiras e se tornou no dragão de Apocalipse. No cinema fazem apologia ao dragão e a obra do mal, brincam escarnecem, zombam; Ganham fama e muito dinheiro, mas são perdedores natos, pois a vitória é de Jesus Cristo o Cordeiro e SENHOR. E Vencerão os que estiverem com Jesus Cristo segundo as Escrituras Sagradas.
Onde você vai estar naquele grande e terrível dia?

Veja a fartura de detalhes bíblicos sobre a vitória do Cordeiro Jesus Cristo. Assim está escrito e assim será, porque poderoso é o Senhor para cumprir sua Palavra. Não há preocupação para os que seguem a Jesus Cristo segundo as Escrituras. Deve haver sim, o cuidado para não perder o que já temos ganhado; O cuidado de perseverar (Nele) até o Fim (Para Ele) e ser salvo (Por Ele).

1. A fúria do dragão contra a Igreja do Senhor. A terra socorre a igreja do Senhor. (Leia Apocalipse 12).
(3) E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas. (4) E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho...
(7) E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; (9) E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. Apocalipse 12.

2. O dragão da o seu poder à besta. A besta fala muito bem e é admirada por todos. (Leia Apocalipse 13).
(2) E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. (4) E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? (11) E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. Apocalipse 13.

3. O Ápice da obra de engano do dragão. Apostasia e a formação da Grande Babilônia coito de demônios. (Leia Apocalipse 16,17 e 18).
(12) E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente. (13) E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. (14) Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. (15) Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. (16) E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom. Apocalipse 16.

No capitulo 19 de Apocalipse lemos sobre os dois eventos que são Primeiro As Bodas do Cordeiro o Arrebatamento e a Primeira Ressurreição (Salvos);
E o  Segundo A Ceia do Grande Deus, o Armagedom.

4. A Volta Gloriosa do Senhor Jesus Cristo Rei dos reis e Senhor dos senhores e o inicio do Sétimo Dia. A Prisão do dragão a antiga serpente, o Diabo e Satanás. A Instauração do Milênio de Cristo na terra. Naquele dia a terra será habitada por seres humanos naturais (mortais) e seres humanos espirituais visíveis (Imortais)(Leia Apocalipse 20).
(1) E VI descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. (2) Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. (3) E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo...

5. O Fim do Sétimo Dia. Satanás é solto e derrotado para sempre na Batalha de Gogue Magogue. A destruição do primeiro céu e da primeira terra.  A Segunda Ressurreição (perdidos) e O Juízo Final. (Leia Apocalipse 20).
(7) E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, (8) E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. (9) E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. (10) E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre...
(14) E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. (15) E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. Apocalipse 20.


Mais?
6. O Novo Céu e a Nova terra. A Nova Semana. O Dia Perfeito. O Hoje Eterno. (Leia Apocalipse 21 e 22).

segunda-feira, 7 de abril de 2014

"A Igreja Católica ficou desconcertada com esta declaração do Padre"

"Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles."
Isaías 8:19-20.

Recentemente recebi um vídeo de uma mensagem de um Padre com o titulo "A Igreja Católica ficou desconcertada com esta declaração do Padre" e com o seguinte comentário "ESTE PADRE É UMA CAIXINHA DE SURPRESA, OLHA QUE INTERESSANTE O DEPOIMENTO DELE EM RELAÇÃO A MARIA."
Dizer que isso não é idolatria e adoração
de imagens inanimadas é considerar os
ouvintes retardados e incapazes,
pois até uma criança entende.
Em principio parece muito bonito e certo e muitos católicos e crentes evangélicos curtiram e até elogiaram o padre pelas suas palavras.

Todavia olhando as declarações do padre à luz das escrituras vemos que o que parece bonito e certo, o é, como pareceu bonito e certo as palavras dirigidas a mulher pela serpente no Paraíso. A mulher não percebeu e achou boa a palavra, anti-palavra que saiu acrescida e mistura da boca da serpente o diabo (Leia Gênesis 2:16-17 e 3:1-6);

À luz da Bíblia vemos que as palavras do padre estão cheias de sutilezas oriundas do inimigo da verdade da Palavra de Deus. E isso significa incorrer nas "maldições do acrescentar e do tirar" de Apocalipse 22.

Veja bem a meia verdade sobre Maria que de modo sutil é apresentada sem nenhum fundamento bíblico e com o proposito de tornar cativos da mariolatria a alguns ouvintes incautos. 

A verdade dita e sabida por quem lê  e crê na bíblia

Sabemos com certeza e riquezas de textos bíblicos que Maria a de Nazaré / Israel (única), não pode em hipótese alguma ser colocada no mesmo patamar que Jesus Cristo o Filho de Deus. ( Leia... a Bíblia toda)

A meia verdade e palavra anti-Palavra

Foi apresentada pelo padre uma meia verdade muito perigosa e para atender os interesses do clero romano.
Veja bem: 
1) O padre se refere a "Maria Santíssima!"
- Mas segundo as escrituras, qual nome deve ser "santificado na terra como no céu" na oração do Pai Nosso? 
- De quem os Serafins em Isaías 6, cantam e glorificam "Santo, Santo, Santo"?
- Maria não é Santíssima, pois Santo, Santo, Santo é o Senhor.


2) O padre ensina a "rezar ou orar com Maria". 
- Todavia pelas Escrituras Sagradas ninguém da atualidade pode rezar ou orar com Maria, pois ela já morreu e aguarda a ressurreição dos mortos e arrebatamento, segundo as Escrituras.
- A bíblia ensina que os morreram no Senhor estão no Paraíso de Deus e são chamados "bem aventurados e já descansam de suas obras". (Leia Apocalipse 14:13)
- Esta é a verdade é a bíblia que ensina assim e o que passar disto é de procedência maligna.

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos." Oseias 4:6.

Sugiro os links:

ÊXODO-Comprovado pela Ciência - reformulado- Full Hd

Travessia do Mar Vermelho - A história que a mídia não conta