Pesquisar este blog

sábado, 17 de setembro de 2016

A Cruz e seu Verdadeiro Significado.

"Há caminhos que ao homem parece direito,mas no fim são caminhos de morte." Provérbios 16:25


Ignorância Religiosa.
" E conhecereis a Verdade
e a Verdade vos libertará."
 João 8:32.
A cruz foi sim um símbolo do cristianismo por muitos séculos. Verdade.
Todavia a cruz foi e é mais um símbolo imposto por Roma às massas das nações dominadas e AI dos que não se submetessem a tal ato de fé cristã; poderiam ser excomungados, crucificados e serem lançados na fogueira. 
A cruz trata-se de um objeto inanimado que não tem poder nenhum a não ser por obra de demônios enganadores e ardilosos.

Sejamos sinceros. Tenhamos uma boa consciência.
Pode o homem se sentir seguro por trazer um objeto inanimado, ou por fazer um gesto sobre o seu corpo para lembrar tal objeto? Nem a Bíblia Sagrada como objeto tem tal poder. Nenhum objeto inanimado tem poder para proteger o homem. A bíblia é para ser ouvida e falada pelos que creem. O poder protetor está na voz a Palavra.

No aperto o homem grita e clama por Ele e Ele ouve e atende. Jesus pode ouvir e sentir e intervir em defesa do necessitado a todo o momento.
Objetos de madeira, ferro, ouro ou prata, gesso, papel não podem ouvir e nem proteger ou livrar ninguém.

Todo objeto inanimado pode ser queimado com fogo natural, seja uma cruz, seja uma imagem de escultura ou até mesmo uma bíblia.
Objetos inanimados não têm poder para queimar nada do invisível, mas a Voz a Palavra na boca do discípulo do Senhor tem.
 “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Mas digo: Porventura não ouviram? Sim, por certo, pois Por toda a terra saiu a voz deles, E as suas palavras até aos confins do mundo.” Romanos 10:17-18.
Fé é ver o invisível e crer e esperar a ação de Deus no impossível.  Hebreus 11:1-6.

Concluindo:

A cruz veio de Roma para matar, Jesus Cristo veio do Céu par dar vida pela Sua Palavra. A Cruz foi feita pelos inimigos de Jesus Cristo o Filho de Deus...
A nossa cruz que era a de madeira e de morte pela religião estado, Jesus a levou sobre si, nos livrando da maldição.
A cruz de Jesus que devemos tomar é a obediência e sujeição a Deus o Pai pela sua palavra “Se possível passa de mim esse cálice, todavia não se faça minha vontade, mas a tua". A vontade de Deus é vida. Vida para o homem na morte do Deus Carne Jesus. Vida para o pecador na morte do único justo, Jesus.

Deixar Jesus e pegar a cruz é ser digno de receber a mais alta comenda da ignorância e morte. “A cruz de Ferro". É estar separado da vida de Deus e ligar-se à morte e maldição.

A cruz de madeira, objeto inanimado e maldito nunca foi apresentada pelo Senhor ou por seus apóstolos para ser levada pelos discípulos do Senhor. Paulo fala a Timóteo sobre a necessidade do obreiro homem de Deus manejar bem a Palavra da Verdade. Não era sair por ai, ficando cruz na terra ou erigindo altares, como caçador de vampiros com uma cruz etc.
Só o Senhor é Deus.

O Reino de Deus por Parábolas.

Contando diversas parábolas o Senhor Jesus e Cristo de Deus, usando as figuras do trigo e do joio, do farinha e do fermento, alerta os seus discípulos as investidas do maligno contra sua igreja até o tempo da sua volta.
Nas figuras do trigo e do joio o Senhor trata do tempo da semeadura e vemos ali o inicio da Obra e Igreja do Senhor Jesus Cristo. 
Vemos os Filhos do reino e Filhos da Palavra de Deus a Boa e Preciosa 
A diferença no fruto.
Semente que produz filhos para a eternidade. (1 Pedro 1:23-25, Salmos 126:6).
Vemos também que como foi lá no Jardim do Éden na semeadura do joio o inimigo colocou em descredito a Palavra de Deus e acrescentou ao que Deus havia falado.
Nesse ponto muitos no primórdios da Era Cristã não se deram conta do quanto estavam se fazendo filhos do maligno quando acrescentavam ou diminuíam e manipulavam vergonhosamente as escrituras, a Palavra de Deus.
Lamentavelmente como o joio serão cortados e lançados no fogo.

Como grão de mostarda era a obra (Igreja) no seu inicio, que quando pequena mas genuína servia de alimento, todavia a pequena mostarda cresceu e se tornou numa grande arvore (Império Romano Cristão) e as todas as especies de aves se aninharam em seus ramos sujando-os com a idolatria e paganismo saindo do caminho e deixando de apresentar o Alimento Puro. (João 6; João 14)

Também o fermento que foi escondido entre as três medidas de farinha é a Igreja que era bendita e justificada pela fé, como o foi Abraão o pai da fé, deixou o que é da fé para o que é por vista dando vasto lugar às lucrativas fabricas de imagens  religiosas ditas cristãs. (Gênesis 18:6; Gálatas 3:7-9).
A massa cresceu muito pela força do império e religião estado, mas sem o Poder de Deus e loucura da pregação da Voz do que clama no deserto.

Tudo foi avisado de antemão pelo Senhor e Sumo Pastor e Dono da Igreja, que é para Ele o Sacerdócio Real, a Nação Santa e o Povo Adquirido.

Meditação em Mateus 13:24-58


A Igreja através dos séculos -

"Propôs-lhes outra parábola, dizendo:

O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo; Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.

E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe:

- Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio?

E ele lhes disse:
- Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
Ele, porém, lhes disse:
- Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele. Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.

Outra parábola lhes propôs, dizendo:
- O reino dos céus é semelhante ao grão de mostarda que o homem, pegando nele, semeou no seu campo; O qual é, realmente, a menor de todas as sementes; mas, crescendo, é a maior das plantas, e faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu, e se aninham nos seus ramos.

Outra parábola lhes disse:
O reino dos céus é semelhante ao fermento, que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado.

Tudo isto disse Jesus, por parábolas à multidão, e nada lhes falava sem parábolas; Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta, que disse: Abrirei em parábolas a minha boca; Publicarei coisas ocultas desde a fundação do mundo.

Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa.

E chegaram ao pé dele os seus discípulos, dizendo:
- Explica-nos a parábola do joio do campo.
E ele, respondendo, disse-lhes:
- O que semeia a boa semente, é o Filho do homem; O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos.
Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo. Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniquidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

O Valor que temos para o comprador -
Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.

Outrossim o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas; E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a.

Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes. E, estando cheia, a puxam para a praia; e, assentando-se, apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lançam fora.

Assim será na consumação dos séculos: virão os anjos, e separarão os maus de entre os justos, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.

E disse-lhes Jesus:
- Entendestes todas estas coisas?
Disseram-lhe eles:
- Sim, Senhor.
E ele disse-lhes:
- Por isso, todo o escriba instruído acerca do reino dos céus é semelhante a um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.

Uma das verdades escondidas e substituída pelo fermento da idolatria -
E aconteceu que Jesus, concluindo estas parábolas, se retirou dali. E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que se maravilhavam, e diziam:
- De onde veio a este a sabedoria, e estas maravilhas? Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas? E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto? E escandalizavam-se nele.
Jesus, porém, lhes disse:
- Não há profeta sem honra, a não ser na sua pátria e na sua casa.


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Os Três tipos de Fé.

"Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus." Hebreus 12:2.
A Lua.

Três Tipos de Fé.


Outro dia refletindo sobre o que Jesus falou em Lucas 15 "... porventura quando o Filho do Homem voltar achará fé na terra?"


Veio ao meu entendimento os dois aspectos positivos de fé necessária para o nosso tempo (tempo da volta do Senhor).

Há todavia um terceiro aspecto e tipo que demonstra uma falsa e corrompida fé, que é a do determinismo, como se o homem pudesse dar ordem ao Deus Todo Poderoso e Senhor.

Olhando pelo lado verdadeiro e em conformidade com as Escrituras, vemos a FÉ PARA CONQUISTAR (na humilhação - lembrar de Gideão que ao ser chamado exclamou: Ai de mim!)

Mas ainda não está aí a resposta ao pensamento do Senhor Jesus "...porventura quando o Filho do Homem voltar achará fé na terra?"

A fé necessária e a ser procurada pelo Senhor Jesus por ocasião de sua volta (Ele é o Seu Autor - Hebreus 12); é a FÉ PARA SUPORTAR.

Fé para suportar as aflições e as seduções de nosso tempo como verdadeiros heróis. A sedução pode se apresentar em uma saída fácil para um problema, todavia fora da direção do Senhor.
Por exemplo: Alguém com problemas financeiros aceita a sugestão de um ganho fácil, tipo assim "tem nada a ver, todo mundo está fazendo!";
Ou alguém com carências sentimentais abraça o primeiro(a) que aparecer em seu caminho, não esperando no Senhor que é Bom.



"Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé." 1 João 5:4

"Eis o Noivo". Ora vem Senhor Jesus!

De Jesus Cristo o Senhor! 

“E as nossas mãos tocaram da Palavra da Vida e nós o vimos com os nossos olhos. Vimos Àquele que era desde o princípio. Nele estava a vida e a vida era a luz dos homens. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós e vimos a sua glória como a glória do Unigênito do Pai cheio de graça e de verdade. Sim, nele estava a vida e a vida era a luz dos homens e todas as coisas foram feitas por Ele e sem Ele nada do que foi feito se fez. Porque no princípio criou Deus os Céus e a terra e disse Deus: Haja luz, e houve luz.”
“Eu sou a luz do mundo e quem esta em mim não anda em trevas, mas terá a luz da vida. E como guardaste a Palavra da minha paciência também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo para tentar os que habitam na terra. Eu sou o Primeiro e o Ultimo e eis que venho sem demora guarda o que tens...”.
Ora vem Senhor Jesus. Amém!
"Então disse: Eis que venho; no rolo do livro de mim está escrito." Salmos 40:7

Salva-nos Senhor!

"E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba." João 7:37.

Os homens às vezes não acreditam que o Senhor vai intervir diretamente na história da humanidade.  Alguns até mesmo grandes religiosos, na verdade não querem a intervenção do Deus Todo-Poderoso, pois isso atrapalharia os seus lucrativos negócios  e fama. "Pois dizem: Com a nossa língua prevaleceremos; são nossos os lábios; quem é senhor sobre nós?" Salmos 12:4; 
E é claro que esse rebelde posicionamento se dá em razão da ação do inimigo  nas suas mentes e corações. "E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do
"que é o homem para que dele te lembres..."
Salmos 8.
tempo?" Mateus 8:29/ Marcos 1:24/ Lucas 4:34.
E mesmo sabendo da Bondade do Senhor que é a Fonte das Águas Vivas, tomam a voluntária e triste decisão a exemplo do que podemos ver na parábola contada pelo Senhor Jesus.
"Disse pois: Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha.Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós..." Lucas 19:12-14.

Todavia queira ou não o homem que é pó, o que está escrito "Assim diz o Senhor..." , se cumprirá na sua totalidade e no tempo de Deus. Aleluia. (2ª Carta de Pedro 3)_

Salmo 12 -

1 SALVA-NOS, Senhor, porque faltam os homens bons; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens.
2 Cada um fala com falsidade ao seu próximo; falam com lábios lisonjeiros e coração dobrado.
3 O Senhor cortará todos os lábios lisonjeiros e a língua que fala soberbamente.
4 Pois dizem: Com a nossa língua prevaleceremos; são nossos os lábios; quem é senhor sobre nós?
5 Pela opressão dos pobres, pelo gemido dos necessitados me levantarei agora, diz o Senhor; porei a salvo aquele para quem eles assopram.
6 As palavras do Senhor são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.
7 Tu os guardarás, Senhor; desta geração os livrarás para sempre.
8 Os ímpios andam por toda parte, quando os mais vis dos filhos dos homens são exaltados.

O maravilhoso e singular convite e proposta de Jesus Cristo o Senhor e Cordeiro de Deus e de sua igreja.

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei." Mateus 11:28.

"E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida." Apocalipse 22:17.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Salvação pela Graça

Extraído do Livro “Mensagens Reveladas – Assim Deus tem falado”.

Bispo Emir Castro de Macedo


Capa do livro
 "MENSAGENS REVELADAS"
- Assim Deus tem Falado -
Em Lucas 7:40-43, lemos: "E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre. Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinquenta. E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais? E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem."

O Senhor Jesus demonstrou a condição miserável dos seres humanos. Todos são devedores: uns devem menos; outros, mais. Todos são fracassados, falidos. Não tem com que pagar. O homem fracassado como é, não pode se exaltar sob nenhum pretexto, porque não tem condição de justificar-se perante Deus, pelo que realiza, ainda que com boas obras. O Senhor diz que, depois que fizermos tudo, devemos nos considerar servos inúteis. Somos salvos pelas infinitas misericórdias de Deus em Cristo Jesus, o Senhor, a quem devemos tributar toda honra e toda glória.

Jó 9:20 – “Ainda que eu fosse justo, a minha própria boca me condenaria; ainda que eu fosse perfeito, então ela me declararia culpado.”

Concluímos que não há, no homem, mérito que o justifique diante de Deus. Seria confiar na ação de um morto. As obras não levam os homens à salvação, mas os acompanham ao Salvador.

Apocalipse 14:13 - “Então ouvi uma voz do céu, que dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham.”

Efésios 2:1-9 - “Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais outrora andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência, entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais. Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo {pela graça sois salvos}, e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.”

Portanto não há dúvida: a reabilitação diante de Deus só obtém pela fé no sacrifício de Jesus Cristo. Não existe outra opção.

Tito 2:13-14 – “aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, que se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo todo seu, zeloso de boas obras.” 

DISCERNINDO: As obras não são a causa, mas os resultados da justificação. A fé que salva o crente, não está só.



1 Coríntios 1:28-31- “e Deus escolheu as coisas ignóbeis do mundo, e as desprezadas, e as que não são, para reduzir a nada as que são; para que nenhum mortal se glorie na presença de Deus. Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção; para que, como está escrito: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor.”