Pesquisar este blog

sábado, 30 de junho de 2007

SALVAÇÃO PELA GRAÇA - 2ª Parte

O Horror do Pecado e a Perfeição da Lei

O Grande amor de Deus.
Conforme João 16:8, a obra primeira do Espírito Santo na vida do homem é convencê-lo do pecado, da justiça e do juízo, sendo que o convencimento do pecado é o primeiro passo para se alcançar a salvação, pois os justos  na presunção não precisam de salvação e nem de Salvador.

Porém aos olhos de Deus...

"Deus olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não, nem sequer um." Salmos 53:2-3. (Na Bíblia católica Salmo 52:3-4)

"Como está escrito:Não há um justo, nem um sequer... Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus." Romanos 3:10, 23 e 24.

"Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes." Gálatas 3:22.

"Na verdade que não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque." Eclesiastes 7:20.



A Perfeição da Lei. (impossível de ser cumprida pelo homem.)

Sejamos sinceros com nossa consciência! ( Leia Romanos 2)
Por mais zelosos que sejamos e o estarmos debaixo da graça, seriamos incapaz de cumprir na totalidade e plenitude a ordem e mandamento expresso nos versículos abaixo.
"E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas." Mateus 22:37:40.


Alguns exemplos da impossibilidade de se cumprir a lei.


"Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. ... Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado." Romanos 7:14-25.

"Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades como um vento nos arrebatam." Isaías 64:6.



E mais:

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas." Mateus 23:23.

"E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei." Lucas 16:17.

"Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos." Tiago 2:10.

"Como acima diz: Sacrifício e oferta, e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem te agradaram (os quais se oferecem segundo a lei)." Hebreus 10:8.

Calvário - O Horror do Pecado

Primeiramente temos que entender a diferença entre "natureza de pecado" e "atos de pecado".

A Historia do Rei Davi ( Leia 2ª Samuel 11 e 12), que por falta de vigilância cometeu "atos de pecado"; Todavia a sua natureza tinha amor e comunhão com a Palavra de Deus a Vida de Deus; E ao chegar ao seu ouvido a Palavra através do Profeta Natã, Davi logo sente sua miséria, se vê indigno e se condena a morte, mas Deus diante de sua humilhação faz passar dele a morte e lhe dá a vida e o abençoa abundantemente. (
onde abundou o pecado... superabundou a graça). Aleluias.


A historia do Rei Saul 
foi diferente. (Leia 1ª Samuel 15, 16, 28, 31).
Aos olhos humanos ele não fez nada de errado e até diríamos que seu ato religioso foi uma iniciativa (Samuel estava demorando, o povo estava se dispersando), mas ele saiu e deixou de obedecer a Palavra de Deus e no seu ego resistiu o Profeta Samuel. A Vida Eterna está em ouvir e guardar a Palavra de Deus. Apocalipse 1:3.
"Seja todo o homem considerado mentiroso mas Deus verdadeiro."


Voltemos ao Horror do Pecado:


Quando pela fé nos reportamos a Jesus, sentimos nossas misérias, nossa indignidade, choramos os nossos pecados e os confessamos a Ele, e Ele que veio isso, para perdoar e salvar, nos perdoa e nos consola. Oh Jesus Maravilhoso. Oh glórias!

No Getsemani e no Gólgota vemos o horror do pecado, o que os nosso feitos mereciam, mas Ele voluntariamente tomou o lugar do homem.
O Santo homem de Deus chamado JÓ, do qual o próprio Deus testificou, no auge de seu sofrimento e dor como registrado no capitulo 42, estando na cinza, face as suas terríveis chagas, ele que conhecia a Deus por ouvir dizer, agora ele vê o "Cordeiro de Deus tirando o seu pecado", ele tem uma visão de Jesus, o ferido de Deus, no Getsemani e Gólgota e ele o sofrido Jó, fica pasmado e ainda mesmo já estando na cinza encontra lugar para mais humilhação e arrependimento.


O Rei Davi também viu o horror do pecado no Gólgota, conforme lemos no Salmos 22 (Bíblia católica Salmos 21)


O Profeta Isaías também viu o Cordeiro de Deus tirando o seu pecado, e diz dEle:

"Como pasmaram muitos à vista dele, pois o seu parecer estava tão desfigurado, mais do que o de outro qualquer, e a sua figura mais do que a dos outros filhos dos homens." Isaías 52:14 e todo o capitulo 53.

O conhecido "Bom ladrão", viu o Cordeiro de Deus tirando o seu pecado.


E mais:

"Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." Romanos 6:23.

"E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão." Hebreus 9:22

Aspecto Jurídico da Salvação Plena e Penalmente Satisfeito:


O que passamos a observar agora, pode ser visto literalmente no cenário da crucificação de Jesus, o Filho Unigênito de Deus.
No Gólgota, estavam três cruzes. 
Três homens julgados e condenados.
O dois ladrões:

Certamente, já haviam sido assistidos por advogados, sido julgados, apelado e a condenação confirmada.
Agora estavam ali em razão de seus feitos.
Quem sabe abandonados pela família, pela religião pro-forma, pelo estado e não tinham mais ninguém por eles. Estavam de igual modo condenados e sendo executados.

O juiz e Tribunal de César já havia decretado: Morte aos malfeitores.

Jesus Cristo o Cordeiro:

Também já havia sido julgado e o tribunal de César, manipulado pela religião pro-forma, já havia decido: Morte ao herege blasfemador.
Ele também fora abandonado por quase todos, apenas alguns dos discípulos permaneceram de longe esperando o desfecho dos acontecimentos.

? Ele poderia morrer ou ser morto? Ele que demonstrara tanto poder operando feitos poderosos, ressuscitando Lázaro?
Poderia alguém matar a Vida? João o discípulo amado, perguntava para si mesmo, poderia alguém matar a Palavra da Vida, o Verbo de Deus?

Mas Ele estava lá como ovelha muda e como Sacerdote Eterno, da ordem de Melquisedeque, oferecendo o sacrifício da tarde; Oferecendo a oferta agradável em cheiro suave. (Oh Jesus tem misericórdia de mim pecador, de nós!)


O sacrifício que a lei exigia. "Sem derramamento de sangue não há remissão de pecados."

Ali estava a Promessa de Deus, esmagando a cabeça da serpente. O silencio era total. 
Ele a Luz da Vida, recebe sobre si todas as trevas, durante três horas.
Ele a Água da Vida, tem sede e lhe dão vinagre com fel.
Ele que veio para amparar da parte de Deus, recebe o desamparo.
Tudo lhe era contrario. Não havia ali nenhum lugar para o ego.
E Ele submisso, ora em grande angustia e lágrimas:"Não se faça a minha vontade mas, a tua." "Faço como o Pai me mandou."
Ele é zombado e escarnecido, e pede a Deus e seu Pai em favor de seus algozes. Ele em vergonha foi levantado desnudo.
Alguns insensíveis não davam conta de nada, mas alguém observa e considera.
Sobre a sua cabeça machucada,a sua acusação: "Jesus Nazareno, Rei dos Judeus". 

Era muito difícil identificar um rei naquela situação. Mais parecia um ninguém, um pobre coitado.
Um dos ladrões, dos que estavam ao seu lado, não vou citar o nome dele, pois na bíblia não cita o nome de nenhum dos dois, apenas apresenta-os naquilo que eles eram "ladrões". E não tem negocio de "Bom ladrão" e "mal ladrão". Nenhum ladrão, como ladrão, não presta e não vale nada.


Um dos ladrões escarnece.
O outro o repreende, reconhecendo e disse ao seu companheiro que eles estavam ali em razão de seus males feitos, mas aquele homem sem nenhuma aparência, que era como a raiz de uma terra seca, aquele desfigurado, machucado e ferido não tinha feito mal nenhum.

E imediatamente volta-se para Jesus e contrariando toda a lógica e razão humana dos discípulos de Judas Iscariotes, vê nEle, no moribundo desfigurado um Rei que estava reinando e que iria reinar em glória.
Vê que Jesus, como inocente que era, estava morrendo ali em seu lugar como o Cordeiro de Deus tirando o seu pecado e grita, fala, apela e geme: "Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino".
E imediata e instantaneamente Jesus lhe respondeu: "Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso"
"Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz." Colossenses 2:14.

"Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;" Gálatas 3:13.

"Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça;" Romanos 5:20.

Conclusão:


O aspecto jurídico estabelecido por Deus para a salvação do homem (nossa salvação) foi plenamente satisfeito aos olhos de Deus.
O réu = Eu, homem da ordem de Adão e Eva.
A situação na origem = Culpado. Sentenciado á morte.
O promotor e acusador = Inimigo ferrenho e cruel, o diabo. Leão que ruge em derredor.
O Advogado = Jesus, a semente da mulher. O primogênito de Maria e o Unigênito de Deus.
A situação atual = Salvo unicamente pela Graça do Senhor Jesus Cristo.


"Graças a Deus, pelo seu dom inefável." "Agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus..." "Olhando para Jesus autor e consumador da fé..."


A bela figura do mel.
"Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" (sem precisar de purgatório, sem precisar de velas, sem oração por mortos, sem reencarnação, sem penitencias, sem paletó e gravata, sem ter que usar ou deixar de usar essa ou aquela roupa, sem véu de aparência, sem precisar de usar cabelo grande ou cabelo cortado, sem guardar dia de sábado, ou domingo, sem nenhuma aparência exterior, sem filosofias, sem teologias, sem precisar da ajuda de mais ninguém), mas somente pelo seu precioso sangue, por sua graça, por meio da fé. João 1.

"o seu próprio braço lhe trouxe a salvação..." Isaías 59:16.

No amor de Jesus para a Salvação eterna.

quarta-feira, 20 de junho de 2007

SALVAÇÃO PELA GRAÇA - 1ª Parte

O Livro de Deus
"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Tudo foi feito por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez" João 1:1 a 3 .... 
E ELE QUIS SALVAR. E o querer de Deus é vontade soberana. E o querer do homem (ego) é uma desgraça.

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade." João 1:14.

"No dia seguinte, João viu Jesus que vinha para ele e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo." João 1:29

MEDITAÇÕES EM JOÃO 1:

João, o discípulo amado inicia seu livro com uma visão de caráter puramente espiritual. Ele nem sequer faz menção da chegada Salvador, sob a ótica humana como fizeram os autores Mateus, Marcos e Lucas. João se prende (ou é preso pelo Espírito Santo), no Verbo de Deus.
O inicio de seu livro até lembra e se assemelha à revelação dada por Deus a Moisés sobre o Gênesis.
"No princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz, e houve luz." Gêneses 1:1-2.
Se tivermos o cuidado ao lermos os capítulos 1 de Gêneses e de João, vamos ver o Espírito Santo agindo em Moisés e em João e apontando para o principio, para a Luz.
Ambos falam do princípio, de Deus, do Verbo e Palavra, das trevas, da Luz.

A Salvação / Jesus no Princípio:

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus...
E ELE QUIS SALVAR.
Jesus é o Cordeiro que foi oferecido antes da fundação do mundo. Já antes de tudo a Salvação do homem já estava no pensamento e coração de Deus.
"Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;" Efésios 1:4.

"Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, o qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós; E por ele credes em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos, e lhe deu glória, para que a vossa fé e esperança estivessem em Deus;" 1ª Pedro 1:18-21.

"Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?" Isaías 43:13.

"Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou." João 5:58.

O Grande e Eterno EU SOU- 

"E disse Deus a Moisés: eu sou o que sou. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: eu sou me enviou a vós." Gênesis 13:14.

"Eu, eu sou aquele que vos consola; quem, pois, és tu para que temas o homem que é mortal, ou o filho do homem, que se tornará em erva?" Isaías 51:12.

"Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre ele haviam de vir, adiantou-se, e disse-lhes: A quem buscais? Responderam-lhe: A Jesus Nazareno. Disse-lhes Jesus: SOU EU. E Judas, que o traía, estava com eles. Quando, pois, lhes disse: SOU EU, recuaram, e caíram por terra. Tornou-lhes, pois, a perguntar: A quem buscais? E eles disseram: A Jesus Nazareno. Jesus respondeu: JÁ VOS DISSE QUE sou eu; se, pois, me buscais a mim, deixai ir estes;" João 18:4-8.

"Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?" Mateus 16:15.


VELHO TESTAMENTO - A GRAÇA NA LEI - 


Adão e Eva e o Intruso Satanás:
Quem desobedeceu e pecou?
Para o diabo: A sentença de caráter irrevogável, sem direito a apelação.
"Da semente da mulher nascerá um..."
Para a terra: ela estaria debaixo de maldição.
"maldita é a terra..."
Para o homem (sentido genérico): A Misericórdia (expulso do paraíso) e a Graça (Redenção), pois o Rio da Vida (Jesus o Cristo e Cordeiro) o acompanharia pela terra que fora amaldiçoada.


Mais tarde Ele Jesus Cristo, a Rocha, a Verdade (Deuteronômio 32:4) se manifesta literalmente na aceitação de Abel e sua oferta;

Na salvação de Noé;
No chamado de Abrão;
Nos Carvalhais de Manre;
Na provisão do Cordeiro do Moriá;
No casamento de Isaque, onde Eliezer tipifica perfeitamente o Espírito Santo na busca da noiva e esposa escolhida (a igreja já estava lá no pensamento de Deus);
Na Pedra sob a cabeça de Jacó;
Na pedra que seguia Israel no deserto e vertia água de graça para o povo.

Lembremos que Moisés, desagradou a Deus quando deixou de ouvi-lo; Quando julgou o povo ali e por isso não entrou em Canaã.
E ESTA ÁGUA e ESPÍRITO É DE GRAÇA, para quem tiver sede e quiser. (João 7:37-39).

Abraão:

Primeiramente a eleição de Abrão, que depois passou a ser Abraão foi pela fé, foi pela graça Jesus, sem as obras da lei, antes da circuncisão e antes da lei que foi dada quatrocentos e trinta anos anos mais tarde, por Moisés.
"Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida. Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça." Romanos 4:3-5.
"Porque, se a herança provém da lei, já não provém da promessa; mas Deus pela promessa a deu gratuitamente a Abraão." Gálatas 3:18.

Judá:

Cometeu involuntariamente um incesto deitando-se com sua nora, com quem teve filhos gêmeos, e está na genealogia de Jesus Cristo, certamente não pela lei mas pela graça.
Jesus Cristo é o Leão da Tribo de Judá. Um dos filhos gerado ali, entra na genealogia do Salvador Jesus Cristo. Mateus 1:3.

Moisés:

O maior da lei e primeiro libertador, casa-se com uma mulher não Israelita, foi criticado e reprovado, mas ai dos que o reprovaram. Vemos ali a Graça Jesus Cristo o Maravilhoso, alcançando aquela mulher através de Moisés.

"E falaram Miriã e Arão contra Moisés, por causa da mulher cusita, com quem casara; porquanto tinha casado com uma mulher cusita." Números 12:1.

Raabe de Jerico:

Prostituta e cafetina que tinha sua casa na muralha de Jerico, foi justificada pela Graça, pela esperança de Israel, por meio da fé. Casa-se com Salmom e entra para a genealogia de Jesus Cristo.
Observando a cadeia genealógica de Jesus, temos que admitir que Ele é descendente filho de Raabe. Mateus 1:5.
"E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;" Mateus 1:5.

"Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias." Hebreus 11:31.

Rute a Moabita:

Alcançada pela Graça; Casa-se com Boaz e entra na genealogia de Jesus Cristo.

Davi e Batseba e Salomão:

Considerando-se o pecado do Rei Davi (preguiça, adultério e homicídio planejado e com requinte de crueldade) em relação à falha (pecado) do Rei Saul, que pelo seu feito mostrou-se um homem de iniciativa que agiu rápido e ofereceu seu culto a Deus da sua maneira, mas não obedeceu e não esperou na palavra de Samuel, homem de Deus.
Se considerássemos esses fatos sob a ótica dos direitos humanos, qualquer juízo humano condenaria Davi, e absolveria Saul.
Mas não foi assim que o Senhor fez.

Antes Ele rejeitou a Saul pela sua rebelião contra a sua palavra e usou de misericórdia e graça para com Davi que já estava condenado à morte pela lei.
E Davi foi chamado de "o homem segundo o coração de Deus".

Davi conheceu Betsaba e ela lhe deu Salomão "e Deus amou a Salomão". Mateus 1:6.

... e o Saul?

Rebelião = feitiçaria e pitonisa = consulta aos mortos = suicídio = inferno.

E mais:
Ele, o Grande EU SOU, o Maravilhoso, esteve com Josué ao pé de Jerico e com o Pai de Sanção...

"Filipe... não me tendes conhecido... eu estou a tanto tempo convosco..."
No amor de Jesus para a Salvação Eterna.

Elias
Continua.

quarta-feira, 23 de maio de 2007

A SOLUÇÃO DE DEUS

O mundo moderno vive dias de aflições e crises e com muito desgaste físico, mental, sentimental e espiritual para as pessoas. A sociedade bastante sofrida, face aos abusos de alguns políticos que legislam em causa própria está penando e pagando o que não deve. Os grandes da terra sabem que a esta vai parar a qualquer momento. Acho interessante uma propaganda ecológica onde vemos a movimentação dos carros e indústrias e de repente o colapso e para tudo e... começa tudo de novo com ferrovias, usinas eólicas, muito bonitinho. O Senhor alerta em Mateus 24:22, que esses dias (nossos dias) seriam abreviados por amor dos escolhidos, sob o risco de não escapar nenhuma carne.


Hoje com tristeza pude ouvir uma mãe chamando uma criança de uns cinco anos de capeta e ficando pasmado com aquilo falei com minha esposa e ela me disse que aquele tratamento é a rotina deles. Interessante é que moram em casa boa em bairro nobre, tem muitos amigos, pois as festas são constantes e etc.

Lembro-me de um lamento de Jeremias 8:20 quando disse "passou a sega e findou o verão e nós não estamos salvos", e começo a procurar a causa do lamento de Jeremias e vejo agigantar-se diante de mim e diante do próprio Deus a religião. O homem por ter sua origem em Deus e por se tratar de um ser espiritual trás na sua natureza a religiosidade. Recentemente vi uma reportagem onde jovens de diversas regiões do mundo para serem aceito como homens em seu meio social precisam passar por rituais de autoflagelação. Vi até um homem muito religioso, que todo ano se submete a ser crucificado, para se fazer agradável aos deuses. Vejo também pessoas pagarem caro e serem extorquidas por religiosos inescrupulosos, sob a promessa de obterem bens materiais. E graças a Deus, vejo também com alegria pessoas receberem milagres da parte do Senhor Jesus (único que interessa, pois não compromete a alma) em suas vidas sem precisar pagar nada.

Deus viu o monstro da religião e não se agradou do que viu, conforme lemos no Salmo 53 ou 52, depende de onde você está lendo. O Senhor viu que o diabo, homicida, pai da mentira e mentiroso desde o principio estava matando com a religião e que tudo que o homem fazia chegava diante dEle como trapo de imundícia. A religião se tornou forte na aparência e fechada tanto para ouvir a Deus em sua Palavra, como para atender os necessitados e pequeninos, "dos quais o mundo não era digno, errantes pelos desertos e montes, covas e cavernas da terra". Hebreus 11:38. E Ele, o Grande Eu Sou, o que não foi criado, não tem princípio e nem fim, mas é o Princípio e o Fim, Ele, Jesus, que "no princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus", quis salvar e " o Verbo se fez carne e habitou entre nós e vimos sua glória como a gloria do unigênito do Pai cheio de graça e de verdade". João 1. Em sua 1ª carta capitulo 1, João chega a falar dEle " nossas mãos tocaram da Palavra da Vida".


Enfrentado pelo diabo no deserto (Mateus 4) após quarenta dias de jejum o 2º Adão, Jesus o Filho de Deus (1ª Corintios 15:45-47), usa tão somente as escrituras para derrotá-lo e fazê-lo bater em retirada, sempre dizendo "ESTÁ ESCRITO" e "MAS TAMBEM ESTÁ ESCRITO". Para os dois confusos discípulos no caminho de Emaús, o Senhor usa tão somente as escrituras para lhes trazer de volta a esperança e a alegria. Ele também fala sobre o grave erro de invalidar as escrituras por causa de tradições. Paulo também fala sobre "as consolações das escrituras". O Senhor adverte que passará o céu e a terra, mas as suas palavras não passarão. E adverte ainda em Apocalipse 22, sobre as maldições para quem diminuir e para quem acrescentar alguma coisa à sua Palavra.

Com este parágrafo último estou tentando mostrar que o diabo não mudou de estratégia; E ele que veio senão a roubar matar e destruir continua com sua luta contra a Palavra de Deus que é a única fonte de vida eterna (João 5:39 e João 10:10). Ele o diabo é o maior incentivador da religião, mas uma religião de aparência e dogmas e rituais, mas sem o verbo, sem a Palavra de Deus. A religião anti-palavra, Anti-Cristo, onde se vive e morre sem esperança.

É tempo de rever conceitos e tradições e colocar tudo no filtro que é a Bíblia.

Você está cansado (a)? O Senhor Jesus que te conhece e sabe de suas aflições e que foi morto na cruz, como ovelha muda e cordeiro imaculado para sua salvação, derramando ali o seu sangue inocente, pode e deseja te dar o alívio, pois jamais alguém pôde fazer o convite que está em Mateus 11:28, "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei... aprendei de mim e encontrareis descanso para as vossas almas". Somente Ele, Jesus, pode dizer: "Quem tem sede venha a mim e beba de graça da água da vida". Ele, Jesus tem em suas mãos todo o poder no Céu e na terra. Ele tem em suas mãos as chaves da morte e do inferno. Ele é Emanuel, é Deus conosco.

"Porque buscais entre os mortos aquele que vive?" Lucas 24:5.
Ele vive e nos manda pedir e pedir ao Pai em seu nome.

"Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." Apocalipse 3:20